A Paraíba o tempo todo  |

Vital desmente suposto “pacto puro sangue”

Vitalzinho desmente suposto “pacto puro sangue” com Santiago e diz que apoiará qualquer nome escolhido pelo PMDB, incluindo até o PR

 A repercussão dada pela imprensa do suposto “pacto puro sangue” feito entre o pré-candidato ao Senado Vitalzinho (PMDB) e o deputado Wilson Santiago (PMDB) foi desmentido na manhã desta terça-feira, por telefone à reportagem do Portal PB Agora, pelo próprio deputado federal Vital do Rego Filho.

“O que houve foi a sugestão de dois nomes para compor a majoritária, entre eles o de Santiago, mas quem tomará essa decisão é o grupo e não eu”, disse.

“Nós estivemos no último fim de semana visitando algumas cidades do Sertão e foi uma surpresa boa encontrarmos Santiago lá, mas não houve pacto algum entre nós. É um grande nome como já falei e é uma honra tê-lo como companheiro no Senado, mas não houve pacto algum entre nós”.

O pré-candidato ao Senado afirmou ainda que não sabia que o deputado Wilson Santiago estaria no Sertão.

“Quando cheguei ao hotel da cidade, Santiago estava na recepção nos aguardando, mas não houve pacto algum. Conversamos sobre política, mas nada nesse sentido. Estou pronto a apoiar qualquer candidato que seja escolhido pelo grupo para ser meu companheiro no Senado e trabalharmos juntos por uma Paraíba melhor, seja do PMDB, ou seja de outro partido, a exemplo do PR”, frisou Vitalzinho.

O deputado federal Vitalzinho acrescentou que passou o final de semana junto ao seu irmão visitando algumas cidades do Sertão e mantendo contatos com alguns representantes políticos para traçar estratégias nas eleições deste ano. Já para o próximo final de semana, Vitalzinho estará visitando algumas cidades do Cariri em companhia do candidato a deputado federal Álvaro Neto.

 

Leia também:

Existência de possível “pacto” entre Vital e Santiago pode afastar apoio do PR a reeleição Maranhão e sigla já cogita até adesão a candidatura de RC

 

Simone Duarte


PB Agora

 

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe