Por pbagora.com.br

O prefeito afastado do município de Bayeux, Berg Lima, surpreendeu a todos e tentou entregar uma carta renúncia, na tarde desta segunda-feira (13), na Câmara Municipal da cidade, mas o presidente da Casa, Inácio Andrade, se negou a receber o documento, conforme vídeo que circula nas redes sociais.

Caso a decisão seja efetiva, acarretará em novas eleições, de forma indireta, que terão que ser realizadas na cidade, derrubando assim o prefeito interino,  Jefferson Kita, do cargo.

Ainda não se sabe o motivo de o presidente não ter aceitado a carta.

No mês passado, quando indagado sobre a possibilidade de renunciar ao cargo, Berg negava e tratava a informação como ‘jogo da oposição’.

Berg deixou o cargo dia 20 de maio acusado de contratar servidores fantasmas para a prefeitura de Bayeux em 2017.

A decisão, que teve como relator o desembargador Joás de Brito, aceitou em parte a denúncia do MPPB e descartou o pedido da prisão preventiva, apesar de aceitar o pedido de afastamento para “garantia da ordem pública e do erário municipal”, uma vez que o afastamento cautelar se dá quando fica demonstrado na denúncia que a permanência do denunciado no cargo pode “reiterar condutas ilícitas” e atrapalhar o andamento do processo.

 

VEJA CARTA NA ÍNTEGRA

 

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eleições 2020: candidatos entram na regra de conduta vedada a partir de sábado

A partir do dia 15 de agosto, agentes públicos de todo o País vão estar proibidos de praticar diversas condutas devido às eleições municipais, marcadas para o dia 15 de…

Vídeo do aniversário de JP de Cícero Lucena é liberado pela Justiça

O Juiz Federal, Rogério Roberto Gonçalves de Abreu, suspendeu os efeitos da liminar obtida pelo Patriotas do pré-candidato, Wallber Virgolino, que proibia a exibição, publicação e compartilhamento de vídeo do…