Em virtude da pandemia do novo coronavírus, as sessões na Câmara Municipal de Campina Grande, foram temporariamente suspensas, sendo previstas para acontecer apenas uma vez por semana.

O vereador Anderson Maia (PSB) cobrou ontem da mesa diretora , cobrou da presidência da Casa, a adoção de providências estruturais para a realização de sessões virtuais, como tem sido realizada no Congresso Nacional e em outras casas legislativas.

“É imprescindível e urgente que a Câmara possibilite as reuniões, para que os vereadores possam discutir os problemas que a cidade vem atravessando nesse momento”, enfatizou o socialista.

De acordo com a presidente da CMCG, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), o avanço de casos do novo coronavírus em todo o país resultou em novas diretrizes quanto à continuidade do trabalho dos órgãos públicos, e que, a partir de agora, a Casa de Félix Araújo atuará apenas uma vez por semana.

– Até ontem, nós tínhamos um decreto normal com restrição de público, mas com o agravamento das situações, todos com muito medo, Governo do Estado e Municipal cancelando aulas, e nós vamos votar em matérias importantes, e uma sessão semanal às terças-feiras.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João explica como funcionará sistema de bandeiras com parâmetros na PB

Em live realizada na noite deste domingo (31), o governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou a intenção do Governo do Estado em fazer a retomada gradual da economia, mas de forma…

Análise: história política, isolamento de Cartaxo e a recente decisão do Avante

A história da humanidade foi forjada por alianças sólidas entre tribos outrora nômades, grandes impérios como o Romano e Egípcio, passando pelos gregos, esses considerados como berço da civilização moderna.…