A Paraíba o tempo todo  |

Vereador de CG volta atrás em declaração polêmica sobre vacina

Desde que sua declaração sobre terapia natural e remédios para a covid-19 que não possuem comprovação científica foi parar nas redes sociais, e na imprensa, o vereador de Campina Grande, Alexandre do Sindicato (PSD) se viu às voltas com a repercussão negativa que o caso teve.

É que nessa quarta-feira (19), em meio à sessão da CMCG, Alexandre disse que não tinha pressa em tomar a vacina contra a covid-19, preferindo focar em uma terapia natural além de incentivar o uso de medicamento sem comprovação para a doença.

“Sou totalmente avesso. Sou mais ivermectina, azitromicina, chá de hortelã e limão galego. Quem quiser tomar minha vacina, vá a frente. Pode se vacinar, pode fazer testagem”, disse.

Foi o que bastou para que a fala repercutisse de maneira negativa, já que os métodos apontados pelo parlamentar que serviriam para combater a covid-19 não são cientificamente comprovadas e refutadas pelos órgãos nacionais e internacionais de Saúde.

Nesta quinta-feira (20) Alexandre voltou atrás e disse que estava sendo irônico em suas declarações na Câmara Municipal.

“É claro que não sou contra a vacina, pelo contrário, em breve espero tomar a primeira dose, até porque tenho comorbidades. É evidente que sou defensor da vacinação. Não por acaso sou um vereador que todos os dias estou acompanhando o trabalho da Secretaria de Saúde, ouvindo as pessoas, buscando colaborar com eventuais ajustes no processo. Não por acaso fiz falas pedindo prioridades na vacinação para categorias como os garis. O vídeo não mostra o contexto da minha fala, pois estávamos conversando entre vereadores no plenário, um pouco antes, sobre o medo de ter reações decorrentes da vacina, como tem acontecido com muita gente, e foi nesse sentido que fiz o comentário, em tom irônico e exagerado, por causa do medo das reações. Pode-se perceber até pelas minhas expressões faciais que se tratava de uma ironia”, alegou.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe