Membro da bancada governista, o vereador Alexandre do Sindicato (PHS) admitiu a possibilidade de sua filiação ao PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

Ele afirmou que em conversa com o deputado Julian Lemos, presidente estadual do partido, já abordou sobre a importância de estar com base estruturada em Campina Grande.

– O melhor caminho que o PSL tem que adotar é o caminho que fará uma legenda forte e ampla na Câmara de Vereadores. Não se justifica, em hipótese nenhuma, que o partido do presidente da República não consiga na segunda maior cidade do Estado, a cidade que derrotou Lula, Dilma e Haddad, não consiga ter um vereador ou mais – afirmou.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: João Azevêdo mostra que o “nós” é mais forte que o “eu” na condução da Paraíba

O que se espera de alguém que conduz uma sala de aula de forma exitosa, um técnico de futebol que mostra ao seu time os caminhos para a vitória, ou…

Áudio vazado põe em xeque declarações de Jackson Macêdo sobre apoio irrestrito ao governo Azevêdo

O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macedo, já havia declarado o seu posicionamento com relação a crise instalada no PSB do estado. Aliado do projeto, Jackson disse que continuava…