Por pbagora.com.br

Veneziano: o novo com velhos costumes

É de se estranhar as atitudes do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB). Ele gosta de ser tratado com o novo na política, mas as práticas que vem adotando são dignas dos velhos e ultrapassados coronéis.

Ás perseguições

Uma vez por outra, a imprensa paraibana fica sabendo que o prefeito que diz representar o novo na política toma atitudes velhas para satisfazer o próprio ego. A ultima foi com o cantor e compositor Capilé.

Filho de Campina Grande, Capilé tem a vaidade de ser o primeiro artista paraibano a cantar no maior São João do mundo, mas este ano o cantor foi barrado e sequer convidado para abrilhantar a festa que tem a cara dele. Uma pena: durante todos 26 anos de existência do evento, esta será a primeira vez que ele não participará.
 

Outros casos

Da mesma forma, aconteceu com o humorista Shaolin, que por ter ligações pessoais com o ex-governador Cássio Cunha Lima, chegou a ser proibido de apresentar seu show no Teatro Municipal Severino Cabral, de Campina Grande.

Biliu, que não é mais de Campina

Já o artista Biliu de Campina teve até de se mudar para a capital pernambucana por não agüentar mais as perseguições feitas pelo grupo do prefeito que se diz novo, mas usa as velhas práticas dos coronéis superados.

Vené quem antecipou

Interessante mesmo é ouvir o prefeito de Campina Grande dizer que não quer antecipar o debate sobre as eleições de 2010. Que tem que pensar na administração e, vez por outra, critica o colega Ricardo Coutinho por agir como tal.

Acho que Veneziano tem memória curta.

No dia 23 de outubro de 2008, no ultimo dia para veiculação do guia eleitoral no rádio, o “cabeludo”, que era candidato à reeleição, foi quem verdadeiramente antecipou o debate, ao confrontar sua liderança com Ricardo Coutinho.

Leia só trechos do guia de Vené que antecipou de vez o debate:

“Campina precisa eleger um líder à altura de sua importância política. É importante saber que o tempo do governador está acabando. Ele só tem mais dois anos de governo e não pode ser reeleito para o cargo” – registrava o áudio do seu programa eleitoral.

E completou:

“Em João Pessoa, qualquer eleitor sabe que o único nome capaz de fazer frente a Ricardo Coutinho é Veneziano”.

Ainda durante o guia, a popularidade do prefeito reeleito de João Pessoa,, Ricardo Coutinho (PSB), foi questionada.

“Só para citar um exemplo. No primeiro turno, Veneziano e Ricardo Coutinho participaram juntos de uma carreata em Sousa. Enquanto nosso prefeito era ovacionado pela multidão que gritava seu nome, o prefeito de João pessoa passava despercebido,” descreveu o locutor.

Pois é, esse é o guia do prefeito que agora fica a defender a tese de que não se deve antecipar as eleições de 2010…

Volto ao assunto…

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça deixa Tyrone inelegível e prefeito deve ser substituído pelo vice na disputa em Sousa

Um acórdão do Supremo Tribunal Federal tornou o prefeito da cidade de Sousa e candidato à reeleição, Fábio Tyrone, inelegível. Desde essa quarta-feira, dia 28, que já havia rumores de…

Mais de 54% dos postulantes indeferidos pela justiça eleitoral na PB recorreram

Este ano, 356 registros de candidaturas na Paraíba, o equivalente a 2,86%, foram considerados inaptos pela justiça eleitoral. Desse total, 161 pessoas, entre candidatos a vereadores, prefeitos e a vice-prefeitos,…