Por pbagora.com.br
 
 

Dia 21 de janeiro é a data prevista pelo Governo da Paraíba para a chegada da vacina contra a Covid-19 no Estado. Os primeiros a serem imunizados, conforme o plano emergencial, serão os profissionais de saúde, depois os idosos a partir de 75 anos, idosos que vivam em instituições de longa permanência, indígenas e quilombolas.

O prognóstico foi dado pelo secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, em entrevista nesta quarta-feira (23). Apesar da previsão, Geraldo esclareceu que a data é uma estimativa do Ministério da Saúde e que ainda está sujeita a alterações.

“Existe um aceno divulgado pelo Ministério da Saúde e divulgado aos estados de que nós teremos no dia 21 de janeiro o recebimento dos primeiros lotes da vacina. O governo federal diz que receberá 15 milhões da vacina aztrazenica, e mais 10 milhões de lotes da Coronavac. Essa é uma notícia na véspera de Natal que trazemos para a população, que nos traz a esperança dessa tragédia sanitária que ocorreu no mundo”, ressaltou.

Por enquanto, o quantitativo de vacinas, nessa primeira leva, ainda não foi informado. Geraldo Medeiros ainda adiantou que o Ministério da Saúde sinaliza que assumirá seu papel e conduzirá a compra e distribuição das vacinas, assim como ocorre com todas as outras campanhas de vacinação.

O Governo da Paraíba também tem mantido  contato com o Instituto Butantan, com o qual o Estado assinou uma carta de intenções. Caso o Governo Federal não agilize a compra das vacinas, o Estado poderá adquiri-las diretamente do instituto.

O plano de vacinação seguirá em segunda fase priorizando os idosos de 60 a 74 anos, depois as pessoas com comorbidade e, em uma próxima fase, profissionais da segurança pública e professores. Esse planejamento também não é definitivo ainda, mas o Estado conta com um plano pronto, caso o do Ministério da Saúde não avance.

“Existe um plano de imunização em todo estado, não é nada diferente dos demais planos de vacinação que ocorrerão ao longo dos anos, o governador já acenou que porá à disposição os veículos e aeronaves para que em até 24h a vacina seja distribuída em todo território paraibano”, emendou.

PB Agora

 
 
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Morre vítima da covid-19, Ivanes Lacerda, ex-prefeito interino de Patos

Faleceu na tarde desta segunda-feira (25), o ex-prefeito interino de Patos Ivanes Lacerda, 74 anos. O político não resistiu as complicações causadas pela covid-19. Lacerda estava internado em hospital particular…