Por pbagora.com.br

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julga na próxima quinta-feira (27) as Aijes do Empreender e da PBPrev, ambas pedem a inelegibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho sob a suspeita de por abuso de poder político e econômico nas Eleições de 2014.

O ministro Og Fernandes, relator das Aijes, apresentará seu parecer a respeito da a Aije das exonerações e contratações no período vedado nas eleições de 2014 na próxima terça-feira (25). Foi Og Fernandes quem pediu para que fossem pautadas também as outras duas Aijes.

Em relação a Aije das exonerações e nomeações, os advogados Harrison Targino e Daniane Furtado, pela Coligação do PSDB, pediram a inelegibilidade de Ricardo. Já a defesa do ex-governador, o advogado Fernando Neves, solicitou o afastamento da multa aplicada e a não condenação.

A Procuradoria Geral Eleitoral, em relação as Aijes do Empreender e da PBPrev, emitiu pareceres pela inelegibilidade de Ricardo Coutinho.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Coletivo petista rejeita Anísio e anuncia apoio a RC e Barbosa pela PMJP

Contrariando a informação que a chapa proporcional do Partido dos Trabalhadores em João Pessoa apoiaria de forma unânime e irrestrita a candidatura impugnada de Anísio Maia, o Coletivo Nossa Voz,…

Análise: dos jovens da elite de CG ao silêncio. Cássio ignora campanha de aliados e adota estilo ‘cada um por si’

Após participar da convenção que alçou Bruno Cunha Lima (PSD) e Lucas Ribeiro (PP) candidatos à prefeitura de Campina Grande, intitulando a dupla como ‘jovens da elite da cidade’, o…