A Paraíba o tempo todo  |

TSE julga nesta quinta pedido de Ney Suassuna para cassar Cícero Lucena

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

 

O pedido do ex-senador Ney Suassuana (PMDB) para cassar o atual senador Cícero Lucena (PSDB) será julgado hoje, pelo Tribunal Superior Eleitoral
A ação (RCED 684), que  já consta na pauta de julgamentos do tribunal, foi movida pelo ex-senador Ney Suassuana (PMDB), que perdeu a eleição para o tucano em 2006. Na ação, Ney acusa Cícero de abuso de poder econômico nas eleições de 2006.

A principal acusação consiste na distribuição de camisetas de cor amarela, em grande quantidade, às vésperas do pleito.

O parecer da Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) foi contrário ao provimento do recurso, por entender que não há certeza acerca do fato de que as camisetas apreendidas estariam sendo realmente confeccionadas para fins de propaganda eleitoral.

De acordo com o parecer, “existe apenas a notícia da apreensão de 140 camisetas, mas essas evidentemente não tiveram o condão de influenciar a lisura do pleito, pois não chegaram a ser distribuídas”.

Na última disputa estadual para o senado, o tucano Cícero Lucena venceu o senador Ney Suassuana por 803.600 votos a 725.502 votos obtidos pelo candidato do PMDB.
 

 Clique aqui e confira a pauta de julgamentos do TSE

PAUTA DE JULGAMENTO DESTA QUINTA-FEIRA

(RECURSO CONTRA EXPEDIÇÃO DE DIPLOMA Nº 684 ( MINISTRO MARCELO RIBEIRO )
Origem:
JOÃO PESSOA-PB
Resumo:
ABUSO DE PODER ECONÔMICO – ABUSO DE PODER POLÍTICO/AUTORIDADE – CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO – INELEGIBILIDADE)

 

 

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe