O impasse interno no PSB da Paraíba, que ainda não foi resolvido, parece ter piorado após a “intervenção” do presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira. Com autoridade para resolver o problema, na avaliação de alguns socialistas, Siqueira pode ter contribuído com a inflamação dos ânimos.

O secretário de Estado Hervázio Bezerra voltou a criticar o método usado por alguns filiados à sigla para levar o ex-governador Ricardo Coutinho à presidência do diretório estadual. Para Hervázio, atitudes desnecessárias foram adotadas.

– Eu sempre dizia que Ricardo era tudo para o PSB. Foi ele quem o constituiu, foi ele quem fez o partido crescer. Foi ele quem colocou Edvaldo Rosas na presidência e se ele quisesse ser presidente, um simples telefonema para Edvaldo e para o governador João Azevêdo seria ponto pacífico e não poderia ser diferente – avaliou.

Deputado estadual licenciado, Hervázio classificou o envolvimento do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, como inapropriado. “Nós tivemos uma participação triste e lamentável do presidente Carlos”, pontuou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“A cultura política sempre conviveu com a corrupção”, diz especialista

Ao analisar os recentes escândalos de corrupção envolvendo diversos políticos paraibanos, o cientista político e professor doutor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Lúcio Flávio, disse que essas revelações pela…

Veneziano defende concurso público para a previdência

Ao analisar a recente decisão do presidente Jair Bolsonaro de contratar militares da reserva para tentar diminuir o ‘apagão’ nos serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Brasil,…