Por pbagora.com.br

A Corte Eleitoral paraibana acompanhando a relatoria da juíza federal Cristina Maria Costa Garcez, desaprovou, de forma unânime, as contas do Diretório Estadual do Partido da Mobilização Nacional – PMN/PB, referentes ao exercício financeiro de 2007, em virtude da constatação de falhas e omissões comprometendo a confiabilidade das mesmas.

Os demonstrativos apresentados pelo partido não indicavam gastos indispensáveis à manutenção e funcionamento do partido; e do Diretório Estadual do Partido Comunista Brasileiro – PCB/PB, exercício financeiro de 2007, por deixar de apresentar vários documentos, dentre eles: relação de contas bancárias abertas e seus respectivos extratos, documento fiscal, declaração de habilitação profissional do contador.

Sob a relatoria do juiz Renan de Vasconcelos Neves foram desaprovadas, por unanimidade, as contas do candidato Deczon Farias da Cunha, ao cargo de deputado estadual pelo Partido Socialista Brasileiro – PSB/PB, nas eleições 2006, por não apresentar documento comprobatório de abertura de conta especifica .

 

TRE

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito de Juazeirinho renuncia candidatura e anuncia vice no seu lugar

Após indeferimento do registro de sua candidatura, o prefeito de Juazeirinho, Bevilacqua Matias (Avante) anunciou no início da tarde deste sábado (24), durante entrevista na Rádio Juazeiro FM, a renúncia…

Ruy sobre Trauminha: “Naquele prédio não há condição de reforma”

Na tarde desta sexta-feira (23), o candidato a prefeito de João Pessoa, Ruy Carneiro (PSDB) durante participação no programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM, que uma reforma eficaz no…