A Paraíba o tempo todo  |

TRE recebeu mais de 600 denúncias de crime eleitoral no app Pardal; maioria em JP

Até a noite desta quarta-feira (21), através do app Pardal, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) recebeu mais de 640 denúncias de supostas irregularidades cometidas durante a campanha eleitoral em todo o estado. De acordo com o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-PB, José Cassimiro Júnior, em entrevista concedida à emissora de rádio neste quinta-feira (22), a população comprou a ideia e se tornou fiscal, participando de forma ativa no enfrentamento às irregularidades durante o período eleitoral.

Cassimiro avalia que, atualmente, graças ao comprometimento da população, a Justiça Eleitoral tem a sorte de ter fiscais com um instrumento eficaz para coibir condutas ilícitas. “É muito importante para a Justiça Eleitoral, é importante para o pleito e é importante para a democracia, porque a gente garante que haverá uma eleição tranquila, equilibrada e sem nenhum tipo de conduta vedada”, comemorou o secretário.

José Cassimiro destacou que a cidade de João Pessoa é que mais registra denúncia através do app Pardal. Segundo ele, dos 641 registros feitos em todo o estado até esta quarta-feira, 78 aconteceram na Capital, seguida de Santa Rita, na Região Metropolitana, com 38 denúncias. “Isso mostra que, realmente, as pessoas estão atuando. Temos três milhões de eleitores na Paraíba, então, significa dizer que temos três milhões de potenciais fiscais em eventos que estão sendo ocorrendo, para coibir condutas e denunciar os desmandos eleitorais”, afirmou Cassimiro.

O app Pardal Eleitoral está disponível de forma gratuita nas lojas de aplicativos para ser baixado em qualquer smartphone. As denúncias são encaminhadas aos juízes de cada área específica onde o suposto ilícito teria ocorrido. Em seguida, será instaurado um inquérito que poderá culminar com a punição dos culpados, explicou o secretário.

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe