O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) reviu nesta sexta-feira (06) a cassação do vice-prefeito do município de Patos, Antonio Ivânio Ramalho de Lacerda, e aplicou-lhe uma multa de R$ 30 mil. Antonio Ivânia havia sido cassado em primeira instância, mas recorreu da sentença, através do advogado Delosmar Mendonça. O advogado adiantou que vai recorrer da decisão do TRE junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “A pena seria de inelegibilidade ou cassação, não sendo caso de multa. É descabível e o processo perdeu o objeto”, argumentou o Delosmar. A relatora do processo no Tribunal foi a juza federal Cristina Maria Costa Garcez.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano defende concurso público para a previdência

Ao analisar a recente decisão do presidente Jair Bolsonaro de contratar militares da reserva para tentar diminuir o ‘apagão’ nos serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Brasil,…

Luppi: em caso de tratativa para filiação de Azevêdo, diálogo deverá ser feito por Lígia

Durante entrevista a uma emissora de rádio paraibana na tarde desta segunda-feira (20), o presidente nacional do PDT, Carlos Luppi negou convite para o governador da Paraíba, João Azevêdo (sem…