O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) reviu nesta sexta-feira (06) a cassação do vice-prefeito do município de Patos, Antonio Ivânio Ramalho de Lacerda, e aplicou-lhe uma multa de R$ 30 mil. Antonio Ivânia havia sido cassado em primeira instância, mas recorreu da sentença, através do advogado Delosmar Mendonça. O advogado adiantou que vai recorrer da decisão do TRE junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “A pena seria de inelegibilidade ou cassação, não sendo caso de multa. É descabível e o processo perdeu o objeto”, argumentou o Delosmar. A relatora do processo no Tribunal foi a juza federal Cristina Maria Costa Garcez.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho faz leitura do relatório da MP do crédito e garante emprego e renda

O deputado Efraim Filho (DEM/PB) relator da MP 975 leu, nesta quarta-feira (08), o substitutivo que cria o Programa Emergencial de Acesso ao Crédito com objetivo de dar suporte financeiro…

Virgolino reage à possível candidatura de RC à PMJP:” Se isso acontecer será o fim”

“Se isso acontecer será o fim”. Foi assim que o deputado estadual e pré-candidato à Prefeitura de João Pessoas nas eleições deste ano, Wallber Virgolino (Patriotas), reagiu à possibilidade de…