O jornalista e secretário de Comunicação do Governo da Paraíba, Luís Torres, afirmou que o secretário de Estado de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, e pré-candidato do PSB ao Governo do Estado, em 2018 está preparado e não age como um fake, numa alusão a um não preparo do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) que tenta se lançar como um dos pré-candidatos a governador no ano que vem.

“João Azevedo não precisa de treino por empresa de consultoria ou agência de publicidade, porque ele não é fake, já está preparado. Ele é legítimo, entende como ninguém desse projeto político [do PSB] e conhece bem a Paraíba”, disse Tôrres. Para ele, há pré-candidatos ‘fake’ na oposição.

Luís Tôrres, ironizou, a declaração do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), segundo a qual o projeto do PSB estaria superado na Paraíba. Para Tôrres, o gestor pessoense seria um dos maiores caroneiros desse projeto. “Como está superado se ele é um dos maiores caroneiros desse projeto?”, questionou Tôrres.

E completou: “Ele foi eleito em 2012 de carona no projeto do PSB [na sucessão de Luciano Agra]. Não seria estranho se ele for candidato em 2018, vá de casa em casa e diga às pessoas: ‘Olha, esse governo é muito bom, eu sou aliado dele’. Ele só consegue alguma coisa quando se disfarça de PSB”. Recentemente o prefeito da capital disse: “Temos uma relação muito próxima com os partidos aliados. Temos que trabalhar pensando no futuro e o projeto do PSB já está saturado, dando fadiga”.


Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PTB-PB vai intensificar pré-candidatura na capital depois do carnaval

Ao se pronunciar sobre o recente lançamento da pré-candidatira a prefeitura de João Pessoa, a direção estadual da sigla relatou sobre esse assunto que apósas festas carnavalescas é que a…

Julian se dispõe a bancar tornozeleiras dos investigados da Calvário

Após tomar conhecimento de que as tornozeleiras eletrônicas estariam em falta na Paraíba e que, por esse motivo, os investigados da Calvário poderiam ficar sem o equipamento, mesmo com decisão…