Eleito pelo PMDB do senador José Maranhão (PMDB), o deputado estadual Márcio Roberto foi o único peemedebista que não assinou a CPI da Aeronave, proposta ontem pela oposição na Assembléia Legislativa para investigar gastos do governador Cássio Cunha Lima (PSDB) com viagens aéreas.

A ausência de Márcio Roberto foi visto como mais um sinal da ligação do parlamentar com ala governista. E pode gerar repercussão negativa dentro do PMDB.

A oposição conseguiu reunir ao todo 14 assinaturas para CPI da Aeronave. Como revide, a bancada governista anunciou a apresentação de mais quatro CPIs, uma delas para estender a CPI da Aeronave a fim de que as viagens no governo José Maranhão também sejam apuradas.

PB Agora

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Liminar da PB Prev poder ser julgada a qualquer instante no STF

O Supremo Tribunal Federal pode julgar a qualquer momento a liminar concedida pelo Tribunal de Justiça da Paraíba que determinou a suspensão da tramitação do projeto de Reforma da Previdência…

Aguinaldo destaca relação respeitosa com João, mas descarta parceria política

O deputado federal e líder da maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP), não acredita na proximidade do seu grupo político com o do governador da Paraíba, João Azevêdo (sem partido)…