A votação para apreciação do título de cidadania pessoense a Bolsonaro foi adiada para depois das eleições.

De acordo com a Procuradoria Jurídica da Câmara, a pedido da Mesa Diretora da Casa  a votação foi adiada por conta dos ânimos acirrados, tanto de parlamentares contrários e favoráveis, bem como das pessoas que comparecem à CMJP para demonstrar seu posicionamento, além da impossibilidade por conta do período eleitoral.

A regra diz que a Câmara de Vereadores não deve fazer nenhum tipo de ação, que termine por promover este ou aquele político que esteja participando do processo eleitoral.

O presidente da CMJP, vereador Marcos Vinícius garantiu que logo após o pleito a propositura, de autoria do vereador Carlão da Consolação, voltará à pauta.

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-presidente do PSL/SE acusa Julian de integrar complô na sigla e trair Bolsonaro

Em entrevista bombástica concedida ao programa Arapuan Verdade, na tarde desta terça-feira (22), o ex-presidente do PSL de Sergipe, João Tarantela acusou o deputado federal paraibano, Julian Lemos (PSL) de…

Julian Lemos revela que filhos de Bolsonaro podem inviabilizar o governo

Na entrevista à Jovem Pan, na noite desta segunda-feira, o deputado federal e presidente estadual do PSL-PB Julian Lemos disse que a guerra no PSL é um grande problema para…