“São mudanças necessárias por mais que seja vista exclusivamente pelo lado político, mas tem uma justificativa técnica muito grande”. A declaração é do governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) ao justificar, durante entrevista nesta quarta-feira (27), as  exonerações de Fábio Maia (secretário executivo de Planejamento) e de Yuri Simpson (presidência da PBPrev), ambos ligados ao ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

“A mudança na secretaria de Planejamento está muito mais voltada pelo fato de eu precisar de um secretário que trabalhe muito mais com o PPP (parcerias público-privadas), preciso de mais presença dentro do próprio governo, a mesma coisa em relação a PBPrev”, respondeu à imprensa.

A fala do governador foi dada à imprensa, em solenidade no Centro de Formação de Educadores Professora Elisa Bezerra Mineiros, para  sorteio de 256 apartamentos do residencial Alvorada Sul, localizado no loteamento Colinas de Gramame.

 

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Eu fico do lado dos especialistas”, diz secretário de saúde de JP ao ser contra reabertura do comércio

Ao ser indagado se apoia a decisão da reabertura do comércio, posição essa defendida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro que é contrario ao isolamento social devido a pandemia do…

Plano de retomada gradual de negócios propõe retorno de setores a partir de quarta

O deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico, Eduardo Carneiro (PRTB), protocolou, na tarde desta sexta-feira (27), junto ao gabinete do governador João Azevedo, a…