Por pbagora.com.br

O deputado Gervásio Maia, líder do Governo na Assembléia Legislativa, deixou claro em entrevista nesta terça-feira que já não é mais o mesmo o ímpeto da bancada aliada ao governador José Maranhão contra a instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), como ocorrera na gestão anterior, quando os mesmos parlamentares faziam oposição ao então governador Cássio Cunha Lima.

– É preciso uma avaliação muito criteriosa da proposta, sem afogadilho, sem precipitação – disse ele, a respeito do projeto de lei que foi enviado, em novembro do ano passado, pelo governador Cássio Cunha LIma, propondo a extinção do TCM.

Em 2008, foi grande a mobilização de vários segmentos da sociedade contra a instalação do Tribunal de Contas dos Municípios, estimulados pela então Oposição na Assembléia Legislativa. O próprio deputado Gérvásio Maia fez discursos inflamados e concedeu entrevistas contra a iniciativa do Poder Legislativo Estadual.

A criação do TCM, aliás, foi uma iniciativa do pai do líder do Governo, ex-deputado Gervásio Maia. A instalação seria viabilizada através de uma emenda no Orçamento de 2008, mas terminou por não vingar por conta da grande mobilização contrária.

O projeto de lei encontra-se em avaliação, ainda, na Comissão de Constituição e Justiça. O presidente da comissão, deputado Zenóbio Toscano, chegou a denunciar ao PB Agora que a Oposição, pouco antes da confirmação da cassação do governador Cássio Cunha Lima, já não demonstrava mais realmente tanto interesse na extinção do novo tribunal.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em JP: Cícero aborta qualquer possibilidade de disputar vaga de vice

O pré-candidato à PMJP, Cícero Lucena (Progressistas), negou nesta sexta-feira (07) encontro com o senador José Maranhão visando apoio ou uma possível colocação de vice na chapa do MDB à…

Análise – Cartaxo não confia um tico em Maranhão. Ou esqueceu a rasteira de 2018?

O senador José Maranhão (MDB) tem procurado todo mundo para conversar sobre as eleições 2020. Inclusive com Luciano Cartaxo, o prefeito de João Pessoa (Pv) Maranhão pode se frustrar quanto…