O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba julgou procedente a denúncia em face de Edmilson Gomes de Souza, ex-prefeito da cidade de Cacimba de Dentro, e determinou a aplicação de multa de R$ 4.000,00 mil reais a ser paga em no máximo 60 dias.

A Corte ainda determinou a omunicação ao município para a adoção das medidas necessárias a não reincidir na mesma ilegalidade, além de Representação junto ao Ministério Público Estadual para a apuração de ato de Improbidade Administrativa.

O alvo da denúncia é a Doação de Lotes de Terrenos pertencentes a Prefeitura Municipal de Cacimba de Dentro, que foram distribuídos em período eleitoral sem a observação do trâmite previsto em lei e sem a adoção das precauções legais, portanto, sem atender os requisitos objetivos previstos na legislação, ferindo o princípio da impessoalidade administrativa.

Veja trecho da documentação

 

""

Confira a íntegra do documento clicando AQUI

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho se posiciona contra prorrogação de mandatos: “Consequências desastrosas”

“Só vejo uma possibilidade de cancelamento se realmente chegarmos em outubro sem conseguir ter condições de retornar às ruas e ao convívio normal”.A análise é do deputado federal Efraim Filho…

Opinião: ao tentar calar Sheherazade, Silvio Santos e Bolsonaro mostram que livre expressão os incomoda

Sempre que dialogo com Rachel Sheherazade, inevitavelmente surge um tema recorrente. A disciplina optativa de Teatro, ministrada pelo mestre Everaldo Vasconcelos. Colegas de classe, decidimos nos matricular para cumprir a…