Por pbagora.com.br

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) já investiga denúncia do vereador Pedro Eulâmpio da Silva Filho (PMDB), do município de São Bento, no Sertão paraibano, contra o prefeito Jacy Severino de Souza (PMDB). Segundo Eulâmpio, “Galego de Souza”, como é mais conhecido o prefeito, teria desviado mais de R$ 1,5 milhão dos cofres da prefeitura, em compras superfaturadas, aluguéis de máquinas e pagamentos indevidos.

Eulâmpio declarou ao portal PB Agora que verificou diversas irregularidades na gestão de “Galego de Souza”, entre elas o superfaturamento na compra de panos de prato, panos de chão, rodos e vassouras, que totalizam aproximadamente R$ 50 mil.

“Este material foi comprado com verba do Fundo de Desenvolvimento da Educação (Fundeb), e deveria ter sido distribuído em todas as escolas do município”, afirmou Eulâmpio.

“Fazendo um balanço destas compras realizadas por “Galego de Souza”, as escolas municipais de São Bento poderiam ter gastar 400 unidades de panos de prato por dia letivo. Isto não é pouca coisa” disse o vereador.

Outra irregularidade apontada por Eulâmpio no documento protocolado junto ao Tribunal de Contas, refere-se à locação de máquinas retro-escavadeiras, pois segundo ele, as pessoas que recebem o pagamento referente ao aluguel das máquinas não oferecem este tipo de serviço, sobretudo por não possuírem os tratores.

“Estes alugueis devem ser muito bem investigados, pois estas pessoas não trabalham com este tipo de serviço, pelo contrário, ambos são funcionários de empresas ligadas a familiares de “Galego de Souza” e devem estar sendo usados como “laranjas”, disparou.

Eulâmpio destacou ainda irregularidades no âmbito da limpeza urbana na cidade. Segundo ele, a uma empresa terceirizada foi contratada para realizar a poda das árvores no município, mas o trabalho vem sendo realizado por funcionários da prefeitura.

“Espero que o TCE venha fazer uma fiscalização no município de São Bento, pois são várias as irregularidades na atual gestão”, completou o vereador.

Todas as denúncias do vereador são relativas ao ano de 2008, mas Eulâmpio acredita que deste o ano de 2005 “Galego de Souza” venha praticando irregularidades.

Clique e confira o documento protocolado no TCE

01

02

03


PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vice-presidente do TRE alerta sobre fake news: “Pode eleger quem não merece”

O desembargador Joás de Brito Pereira Filho, atual vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) reforçou, durante entrevista nesta sexta-feira (23), a preocupação constante do Tribunal Superior…

Confira a agenda dos candidatos à Prefeitura de CG para este sábado

Os candidatos à Prefeitura de Campina Grande participam neste sábado (24) de gravações de guia, visita a apoiadores, gravação para as redes sociais e guia eleitoral, inauguração de comitê, entre…