‘Queda de braço’ entre suplentes de Cássio e Efraim pode desencadear 1º conflito a ser contornado por Ricardo; importante cargo é alvo da disputa

Briga entre suplentes de Cássio Cunha Lima e Efraim Morais pode desencadear o primeiro conflito a ser contornado por Ricardo Coutinho; posto na administração é alvo de uma disputa interna.

Mesmo antes de ter assumido o comando dos destinos administrativos da Paraíba, o governador eleito Ricardo Coutinho (PSB) pode estar às vésperas de enfrentar uma guerra dentro de seu próprio grupo. O fato é que dois aliados já começam a disputar a indicação de um importante cargo, alvo de cobiça de muitos: a Companhia Docas da Paraíba, responsável direta pela administração do Porto de Cabedelo (tão evidenciado durante o pleito deste ano).

Informações dão conta que é grande o clima de acirramento entre o suplente do senador eleito Cássio Cunha Lima (PSDB), o empresário José Gonzaga Sobrinho (Deca do Atacadão) e o ex-prefeito de Cajazeiras e candidato a suplente do senador derrotado Efraim Morais, Carlos Antônio, tido como um dos principais responsáveis pelo bom desempenho do socialista nas urnas da cidade.

De um lado, Deca tenta emplacar seu irmão, e também empresário, Antônio Ricardo. Do outro, está o ex-gestor sertanejo articulando meios de garantir a titularidade da função para Mario Messias.

Caberá a Ricardo Coutinho agora ponderar entre a indicação de um membro direto de seu grupo (que nada mais é que o sucessor de um aliado de peso) e a gratidão a um agente político que o deu respaldo em uma das maiores cidades do Estado.

 

Redação
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Sim, viralizar”, teria dito Bolsonaro ao orientar ataques a deputado; veja prints

Por meio de suas redes sociais o deputado federal Julian Lemos (PSL-PB) que também preside a sigla estadualmente, mostrou prints de conversas em redes sociais onde supostamente o presidente da…

João explica como funcionará sistema de bandeiras com parâmetros na PB

Em live realizada na noite deste domingo (31), o governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou a intenção do Governo do Estado em fazer a retomada gradual da economia, mas de forma…