O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de João Pessoa (Sintem –JP), professor Daniel de Assis, informou em entrevista ao portal PB AGORA que entrará nesta segunda-feira (02), junto ao Ministério Público, com pedido de fiscalização do contrato entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa e a empresa paulista SP Alimentação, vencedora da licitação para fornecimento da merenda escolar na Capital Paraibana. Além do pedido de fiscalização, Daniel de Assis informou que pedirá a utilização dos recursos advindos do Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

Segundo Daniel de Assis, além da investigação que será solicitada junto ao Ministério Público, todos os profissionais da educação no município irão fiscalizar e denunciar qualquer irregularidade ao sindicato da categoria e à imprensa.

Na última sexta- feira (13), foi realizada uma assembléia pelo Sintem – JP, onde ficou decidido encaminhar uma nota à prefeitura de João Pessoa cobrando suspensão do contrato com a SP Alimentação e o fim da terceirização dos serviços de merenda escolar adotada pela Secretaria de Educação do Município, para que as próprias escolas formem suas comissões de licitação.

A maior preocupação da categoria é com as centenas de demissões de merendeiras prestadoras de serviço que acontecerá, caso a decisão do prefeito permaneça na continuação do contrato com a SP Alimentação.

 

Thiago Moraes
PB Agora

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado confirma convite a governador João Azevedo para ingressar no PCdoB

Um dia após o governador João Azevedo anunciar a sua desfiliação do PSB, o deputado Inácio Falcão (PCdoB), convidou o chefe do executivo estadual para se filiar no partido comunista.…

Aliados para 2020, PTB e Podemos devem disputar internamente filiação de João

Apesar de aliados para o pleito de 2020, PTB e Podemos ainda devem travar uma disputa nos bastidores que é a batalha para convencer o governador João Azevêdo (sem partido)…