Por pbagora.com.br

O procurador geral do Estado, Marcelo Weick, informou em entrevista ao portal PB Agora que a sindicância para apurar possível “armação” na nomeação do advogado Rafael Dantas Valengo em cargo no Palácio da Redenção, continua sendo feita e não tem prazo determinado para encerrar.

Weick disse também que ainda está ouvindo algumas pessoas e que não pode dá nenhuma informação sobre o caso para não interferir nas investigações.

Leia também:

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano critica fechamento de agências do BB e destaca prejuízos para a população em plena pandemia

O senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PB) criticou o anúncio feito pelo Governo Federal, por meio do Banco do Brasil, na última segunda-feira (11/01), informando ao mercado que a instituição…

Líder do governo destaca que gestão de João o “credencia” para a reeleição

Nesta quinta-feira (14), o líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado estadual Ricardo Barbosa disse que vê com naturalidade o fato do governador João Azevêdo (Cidadania) ter apontado…