A Paraíba o tempo todo  |

Sindcontas estranha recuo sobre a extinção do TCM e ameaça retomar série de protestos no Estado

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O presidente do Sindicato dos Auditores de Contas da Paraíba (Sindicontas) mostrou-se surpreso com a informação de que o governador José Maranhão (PMDB) pediu de volta, da Assembléia Legislativa, as duas Propostas de Emenda Constitucional (PEC) que propõem a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios. “Sinceramente, não faço idéia dos motivos que levam o governador a assumir essa postura, mas vamos pedir uma audiência para reforçar nossa disposição inflexível contra o TCM”, informou Antonio Duarte ao PB Agora, nesta quinta-feira (2).

O ofício do governador Maranhão solicitando a devolução das duas PECs – de número 10 e 13, respectivamente de inicitiva da deputada Iraê Lucena (PMDB) e do ex-governador Cássio Cunha LIma (PSDB) – foi publicado, com exclusividade, pelo PB Agora, nesta quarta-feira (1).

O presidente do Sindcontas informou que a entidade vem acompanhando com bastante interesse a tramitação do processo de extinção do TCM e vai cobrar do governador a mesma posição que ele defendeu, no ano passado, na condição de opositor do então governador Cássio Cunha Lima. “Se notarmos que existe disposição no atual governo para abortar o fim do novo tribunal, retomaremos com o mesmo ímpeto a campanha contra esse absurdo”, avisou Antonio Duarte.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe