ALÍVIO: após conseguir liberação do registro de candidatura na última hora, deputado reeleito rouba a cena durante diplomação e faz até ‘sinal da cruz’

O peemedebista Márcio Roberto roubou a cena durante a cerimônia de diplomação, realizada na noite desta sexta-feira (18), na Estação Ciência, e por pouco não chorou ao receber seu diploma de deputado estadual. A emocionada reação do parlamentar foi motivada pela superação do “aperto” que passou na Justiça durante esses últimos meses: somente há poucos dias conseguiu que seu registro fosse liberado pela ‘Ficha Limpa’.

Testemunhado por uma plateia de centenas, Márcio Roberto não conseguiu se contar ao receber seu diploma e o beijou calorosamente. Como se não bastasse a reação, ainda fez um sinal da cruz enquanto imprimia gestos que expressavam um “graças a Deus”.

Mesmo antes das eleições, Márcio Roberto já sofria com o fantasma do “Ficha Limpa”. Com suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da Paraíba, referentes à época em que foi prefeito de São Bento, Roberto passou todo o pleito vivendo a dúvida se todo o esforço não seria em vão. Somente na última semana veio a boa notícia: o ministro Marco Aurélio Mello, do TSE, concordou com o argumento da defesa arguindo que a competência para julgar as contas dos gestores públicos é da Câmara Municipal. Como apenas o Tribunal de Contas rejeitou as contas, não seria possível barrar sua candidatura com base na Lei da Ficha Limpa.

 

PB Agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Novos diretores dos hospitais Metropolitano e de Mamanguape assumem hoje

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), disse a imprensa que nesta segunda-feira (14) os interventores nomeados para os hospitais Metropolitano, em Santa Rita e o Regional, em Mamanguape, assumem…

Carlos Bolsonaro diz que líder do PSL no Senado é “bobo da corte”

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) compartilhou neste domingo (13) uma mensagem no Twitter na qual classifica como “bobo da corte” o líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP). “Este…