Sete municípios de quatro estados passarão por novas eleições neste domingo (1º). Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cerca de 76,5 mil eleitores voltam às urnas para escolher prefeito e vice-prefeito para o período entre 2009 e 2012.

O TSE marcou eleição nesses locais porque os registros de candidatura dos eleitos em outubro do ano passado foram negados em definitivo.

 

Duas cidades maranhenses – Centro Novo do Maranhão e Amarante do Maranhão -já receberam reforço de tropas federais, que vão atuar para garantir a tranquilidade dos eleitores na hora do voto e da apuração.

Nas sete cidades, os eleitos em outubro registraram mais de 50% dos votos válidos. No entendimento do TSE, nas cidades com menos de 200 mil habitantes, faz-se necessário a realização de uma nova eleição nesses casos.

Para votar, o eleitor deve levar título eleitoral ou documento de identificação com foto.
 

Outras cidades

Segundo o TSE, desde outubro, dez cidades realizaram novas eleições referentes ao pleito de 2008. Além disso, outros 14 municípios terão novas eleições até o começo de abril, entre eles a cidade de Londrina (PR), no dia 29 de março, e Santarém (PA), em 4 de abril.

CONFIRA LISTA DE CIDADES ONDE HAVERÁ NOVA ELEIÇÃO

Cidade Eleitorado Candidatos

Amajari (RR) 4.121 eleitores Paulo Rodrigues Wanderley (PSDB) e Rodrigo Mota de Macedo (PPS)

Amarante do Maranhão (MA) 21.492 eleitores Miguel Marconi Duailibe Gomes (PHS) e Adriana Luriko Kamada Ribeiro (PV)

Bacabeira (MA) 9.182 eleitores José Venâncio Corrêa Filho (DEM) e Olga Maria dos Santos Pereira Calvet (PV)
 

Braço do Norte (SC) 20.149 eleitores Evanisio Uliano (PP) e Zalene Niehues Matos (PMDB)

Centro Novo do Maranhão (MA) 8.099 eleitores Arnóbio Rodrigues dos Santos (PDT) e Pedro Teixeira Vieira (PMDB)

Patu (RN) 7.875 eleitores Alexandrino Suassuna Barreto Filho (PMDB) e Evilásia Gildenia de Oliveria (PSB)

Vila Nova dos Martírios (MA) 5.641 eleitores Wellington de Sousa Pinto (PR) e Edival Batista da Cruz (PSDB)
 

G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sem mandato, Cássio garante que continuará colaborando com a Paraíba e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…

Análise: Galdino acredita na reconciliação de RC e João, e PSB sabe a importância da “simbiose” dos líderes para 2020

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), deu a senha que aterroriza alguns setores da política paraibana. A real possibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho, e seu sucessor,…