Por pbagora.com.br

Os servidores de educação de Campina Grande vão paralisar as suas atividades. A decisão foi tomada ontem durante assembleia realizada na Associação Comercial de Campina Grande. Os servidores de apoio das escolas e creches municipais decidiram por maioria iniciar greve por tempo indeterminado, reivindicando gratificação, equipamentos de proteção individual e plano de cargos para a categoria.

 

Eles pleiteiam o pagamento de gratificação no valor de 10% do salário desde 2012. Em 2014 eles passaram oito meses em greve cobrando o cumprimento dessa promessa e a greve foi suspensa no momento em que a prefeitura sinalizou que a partir de Janeiro deste ano apresentaria uma proposta à classe, porém nada foi realizado.

 

Na assembleia, várias denuncias foram feitas à diretoria do Sintab, entre elas, a de que os trabalhadores não têm as mínimas condições de trabalho, não há material de limpeza como panos, vassouras e nem os chamados EPI (Equipamento de Proteção Individual), que são destinados a proteção contra riscos capazes de ameaçar a segurança e a saúde do trabalhador, como luvas e botas.

 

Diretores do Sintab se reuniram na tarde desta segunda-feira com o prefeito Romero Rodrigues e levaram os pleitos do pessoal de apoio. Na oportunidade, Romero salientou que irá analisar os pedidos e até o início do mês de Maio voltará a se reunir com o sindicato e levará uma solução concreta para a categoria.

 

O presidente do sindicato, Nazito Pereira, afirmou que estava ansioso pela proposta do prefeit. "Estou ansioso para daqui 30 dias eu poder avaliar melhor essa questão. Comunicaremos ao pessoal sobre a reunião, diremos qual foi a proposta do prefeito, daremos nossa opinião e vamos ouvir a resposta da categoria para saber qual a avaliação sobre essa situação” finalizou Nazito.

Redação 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Twitter diz que post de Bolsonaro sobre ‘tratamento precoce’ da Covid viola regras

Rede social colocou alerta sobre ‘publicação de informações enganosas’. Este tipo de medida restringe a circulação do tuíte, mas ele continua disponível na rede social. O Twitter colocou por volta…

Efraim Filho destina quase R$1 milhão para construção de matadouro na PB

O prefeito de São Bento, Jarques Lúcio da Silva II, assinou, Na última quarta-feira (13), um contrato de repasse com a Caixa Econômica Federal (CEF), no valor de R$ 995.000,00…