Durante reunião com tucanos e outros aliados ontem no Congresso, o ex-governador José Serra (PSDB) fez um "mea culpa" a respeito de sua posição em defesa da CPMF, quando da derrubada do imposto, em dezembro de 2007.

"Eu errei", afirmou o candidato derrotado ao Planalto, reconhecendo que isso o colocou em choque com lideranças do partido, em especial no Senado.
A visita-surpresa foi entendida como primeiro passo do ex-governador de São Paulo para tentar ocupar a presidência do PSDB a partir de 2011.
O caminho, porém, não será tranquilo. Há forte oposição interna à ideia de lhe dar novamente o comando da sigla.

 

Fonte: UOL

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Quando chegar a hora de dizer com quem vou ficar, eu vou dizer”, avisa Hervázio

Deputado estadual licenciando e atual secretário de Esportes do Governo da Paraíba, o socialista Hervázio Bezerra (PSB) lamentou, durante entrevista na tarde desta segunda-feira (19), o clima de crise que…

PL de Vené proíbe taxa diferenciada por curso em inscrição para vestibular

Comissão do Senado aprova projeto de Veneziano que proíbe taxa diferenciada por curso, em inscrição para vestibular A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal (CE) aprovou o…