Por pbagora.com.br

O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), pode ser eleito primeiro vice presidente do Senado nesta terça-feira (02). Ele foi indicado para o banco pelo MDB. Ontem, com 57 votos favoráveis, o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) foi eleito o novo presidente do Senado. Ele comandará o Congresso pelos próximos dois anos, até fevereiro de 2023.

A ascensão de Veneziano a Mesa Diretora do Senado deve acontecer a partir das 14h onde será escolhido os 10 nomes. São dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes.

A composição da Mesa deve respeitar, tanto quanto possível, a proporcionalidade entre as bancadas partidárias. A eleição será conduzida por Pacheco e os votos são secretos, assim como na escolha do presidente.

O 1º vice-presidente é o substituto imediato do presidente nas suas ausências, seguido pelo 2º vice-presidente. O 1º secretário é o principal responsável pela condução administrativa do Senado. O 2º secretário tem como atribuição específica a ata das sessões secretas. O 3º e o 4º secretários auxiliam na condução de algumas sessões. Os quatro suplentes substituem os secretários.

Os membros da Mesa, com exceção dos suplentes, compõem a Comissão Diretora do Senado, que se encarrega da organização e do funcionamento da Casa e da redação final de todas as proposições que são aprovadas pelos senadores.

PB Agora

Notícias relacionadas

Câmara de João Pessoa volta às sessões remotas por conta do avanço da covid-19

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) passará a ter sessões e reuniões de comissões de apenas remotas a partir desta terça-feira, 9. A medida foi adotada pelo presidente da…

“Não é hora de querer aparecer, mas de ajudar”, diz deputada do PP criticando Bolsonaro pela condução da pandemia

A forma como o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) vem lidando com questões relacionadas à pandemia do coronavírus foi criticada pelas deputada estadual, Dr. Jane Panta (PP). Em…