Por pbagora.com.br

Presos na 7ª etapa da Operação Calvário, Waldson Souza, Gilberto Carneiro e José Artur Viana Teixeira, auxiliares na gestão RC, devem passar o Natal de 2019 atrás das grandes.

Eles foram presos no último dia 17 e levados à Penitenciária Média de Mangabeira, após audiência de custódia.

O ex-secretário de Estado de Planejamento, Waldson Souza, o procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, e o ex-secretário executivo de Estado da Educação, Artur Viana Teixeira, não tiveram o benefício do habeas corpus concedido pela Justiça.

A Operação Calvário investiga irregularidades em contratos envolvendo o Estado e Organizações Sociais (OSs) nas áreas da Saúde e Educação. De acordo com o Ministério Público, uma organização criminosa liderada pelo ex-governador Ricardo Coutinho estaria agindo na administração estadual.

Além do trio citado acima, a Calvário levou para cadeia o ex-governador Ricardo Coutinho, o irmão dele, Coriolano Coutinho, a prefeita do município de Conde, Márcia Lucena e a deputada estadual Estela Bezerra. A secretária de Estado da Saúde Cláudia Veras também foi alvo de um mandado de prisão, mas não se apresentou a polícia. Ela aguardou o deferimento de seu habeas corpus foragida.

Além dos mandados de prisão, a operação também realizou buscas e apreensões na sede do Executivo estadual, o Palácio da Redenção e no endereço da também deputada estadual Cida Ramos.

Estela deixou a cadeia na quarta-feira (18). Ricardo e a prefeita Márcia Lucena foram postos em liberdade no sábado (19).

 

PB Agora

Notícias relacionadas

“Apresente ideias melhores”, reage Raniery sobre críticas a toque de recolher

O vice-líder do governo João Azevêdo (Cidadania) na Assembleia Legislativa, o deputado Raniery Paulino (MDB) rebateu as declarações do deputado oposicionista Cabo Gilberto que está colhendo assinaturas para tentar barrar…

Calvário: Rosas e Pietro deixam prisão para cumprir medidas cautelares

A soltura de Pietro Harley e Edvaldo Rosas, substituindo a prisão em cumprimento de medidas cautelares, foi confirmada na tarde desta segunda-feira (1º) pelo juiz Adilson Fabrício que deferiu o…