A Guarda Municipal de João Pessoa realizou, nesta quarta-feira (21) uma paralisação em protesto contra a falta de diálogo da administração municipal em relação a negociação salarial, João Pessoa paga o pior salário da categoria do país, melhorias nas condições de trabalho, armamentos, cursos de aperfeiçoamento em segurança, atualização dos valores das gratificações de risco, que se encontram totalmente defasadas, alimentação de má qualidade para os trabalhadores e alguns membros da guarda andam reclamando de perseguições internas pelo sargento Denis, com intenção de retaliar a ação do sindicato da categoria que está questionando as péssimas condições da Guarda Municipal, inclusive retirando a liberação sindical do presidente José Luiz de Arruda.

“A categoria está mobilizada e a paralisação de hoje é uma sinalização de uma greve geral, caso a Prefeitura de João Pessoa demonstre intenções em dialogar com a categoria’, alerta o vereador Marcos Henriques que tem apoiado o movimento, já realizou audiência pública para discutir a situação, mas os gestores ainda não demonstraram nenhuma sensibilidade em ouvir os trabalhadores.

Redação
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano lastima desmonte, por parte do Governo, de centro da Embrapa em CG

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) veio a público neste domingo (17) lastimar a posição do Governo Federal, que vem estimulando o desmonte de uma das instituições mais importantes…

LOA 2020: relator afirma que prazo para apresentação de emendas termina hoje

O relator emendas ao Orçamento de 2020, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Tião Gomes (Avante), disse que se encerra hoje (18), o prazo para que os deputados possam…