A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Secretário do Governo João sugere expulsão de Cartaxo do PT: “Quem não respeita regras, não merece estar na sigla”

Em entrevista nesta quinta-feira (16), Pedro Matias, secretário executivo de Esporte e Lazer do Governo de João Azevêdo e filiado ao PT, surpreendeu ao defender a expulsão do deputado Luciano Cartaxo (PT) dos quadros do partido.

Matias destacou a importância do respeito às regras internas do PT, enfatizando que o impasse em João Pessoa ocorreu devido à tentativa de Cartaxo de impor sua candidatura sem seguir os procedimentos estabelecidos. Enquanto isso, a deputada Cida, conforme Matias, seguiu as normas ao inscrever seu nome no processo de prévias, discutir com os segmentos do partido e obter apoio significativo.

O secretário ressaltou ainda que o PT é um partido democrático e que não tolera desrespeito às suas normas internas. Ele afirmou que quem não segue tais regras não merece representar o partido, destacando a importância de preservar a democracia interna da legenda.

“O PT é muito maior do que seus filiados, do que suas filiadas”, enfatizou Matias, argumentando que o partido deve prevalecer sobre interesses individuais. Ele concluiu que aqueles que não respeitam a democracia interna não devem ter espaço no PT, seja para pré-candidaturas ou candidaturas.

“O PT é um partido democrático e para isso tem regras que devem ser seguidas. Esse impasse estabelecido em João Pessoa se deve única e exclusivamente pelo motivo de que o deputado Cartaxo quer impor o seu nome de goela abaixo na militância do PT e nos filiados do partido sem respeitar as regras internas, sem ter inscrito seu nome no processo de previas, sem t4er discutido com os segmentos do partido essa suposta pré-candidatura. Coisa que a deputada Cida fez, inscreveu seu nome, discutiu com os segmentos do PT, arregimentou 80% dos agrupamentos internos da legenda em torno da sua pré-candidatura, ou seja, seguiu todas as regras estabelecidas pela direção nacional do PT. Diferente de Cartaxo, a deputada Cida não tem tentado impor o seus interesses particulares e sobrepor isso em torno do partido dos trabalhadores. O PT é muito maior do que seus filiados, do que suas filiadas, o PT é muito maior do que os interesses particulares de cada um. Quem não respeita regras, quem não respeita a democracia interna, não merece estar no PT, também não merece ter uma pré-candidatura ou até mesmo uma candidatura pelo nosso partido que é um partido extremamente democrático, que tem regras e que devem ser seguidas”, disse

 

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe
      PUBLICIDADE
      ×