Por pbagora.com.br

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), candidato à reeleição pela coligação 'Do lado do povo', disse a líderes políticos e simpatizantes, em Teófilo Otoni (MG), ter certeza de que, se eleito presidente da República, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) assinará em seu primeiro dia de governo um indulto para o presidente Lula. 

“Vamos eleger Haddad presidente da República, e eu tenho certeza de que, eleito, o Haddad vai assinar, no seu primeiro dia de governo, um indulto para o presidente Lula. Vai tirá-lo desta prisão injusta e arbitrária”, assinalou Pimentel no encontro, ocorrido no sábado (15/9).

 

Sem provas 

Mantendo o tom político e a disposição de nacionalizar o debate da sucessão estadual, Pimentel assinalou o compromisso de sua candidatura com a libertação do ex-presidente Lula, por considerar que ele tenha sido condenado e preso injustamente, sem que fosse apresentada provas contra ele. 

 

“Eu tenho orgulho de ser amigo do presidente Lula.” Depois de considerar que Minas mudou o jeito de governar, Pimentel disse: “Nós fomos para o meio do povo, para o interior do estado, nós governamos de frente para o povo mineiro”, afirmou.

 

Redação 

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

O Globo diz que Lula foi quem mandou detonar candidatura de Anísio, em JP

De acordo com o jornal O Globo, partiu do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a orientação à direção nacional do Partido dos Trabalhadores para que detonasse a candidatura a…

“Um lapso devido ao cansaço”, justifica Walber após declaração infeliz sobre defesa da corrupção

Pré-candidato à prefeitura de João Pessoa pelo Patriotas, o deputado estadual Walber Virgolino, que também é delegado da Polícia Civil, classificou como um ato falho ocasionado pelo cansaço uma frase…