Por pbagora.com.br

Tem um ditado muito popular aqui no Brasil que diz o seguinte: “Quem beija a boca de um filho, adoça a boca de um pai”. Também tem um outro: “Mãe maltrata os filhos para se vingar do pai das crianças”.

Faço referência a esses dois ditados populares porque, aqui na nossa terrinha, está acontecendo algo muito esquisito do ponto de vista político.

O ex-governador Cássio Cunha Lima foi retirado pela Justiça Eleitoral por pressão absurda do PMDB de José Maranhão, um partido que fez de tudo para conseguir chegar ao Palácio da Redenção derrubando o PSDB. Assim que Maranhão tomou posse, dois deputados ligadíssimos ao senador Cícero Lucena, presidente do tucanato paraibano  – João Gonçalves e Ruy Carneiro – se escalaram para uma aproximação com o Palácio da Redenção.

João chegou a falar aos quatro cantos da Assembléia que agora era “Zé pra cuidar da gente”… e Ruy Carneiro, com argumentos baseados no surrado e aparente espírito público, tratou logo de solicitar uma audiência com o governador para, segundo ele, tratar de assuntos da Secreatria de Esportes e Lazer  que ele comandou no Governo Cássio.

Vergonha

Ora, os eleitores de Cássio tiveram o seu único direito igualitário, real, pessoal e intransferível, que é o do voto, usurpado pelo TSE que deu posse ao derrotado nas urnas. Todos os votos foram anulados. O que fizeram os dois deputados do PSDB mais ligados a Cícero? Cuidaram logo de se aproximar do ilegítimo e biônico Governo Maranhão III.

Agora, esses mesmos deputados, que têm em comum em suas biografias derrotas nas urnas para o prefeito Ricardo Coutinho (PSB), de João Pessoa, assumem o discurso de críticas e censura a quem, eventualmente, comete o supremo pecado de vislumbrar uma possibilidade de apoio à candidatura do “mago”, na eventualidade de não se emplacar uma candidatura tucana da gema.

Como diria Robin: “Santa paciência, Batman!!!”

Quem é o inimigo?

Quem anulou os votos dados a Cássio? Quem está perseguindo os aliados do ex-governador? Quem está o tempo todo na imprensa divulgando que o governo Cássio foi um desastre? Quem está no poder atualmente no Estado e representa um retrocesso inaceitável para a Paraíba…É Ricardo?

Ora minha gente, vamos ter coerência. Citei os ditados no inicio deste comentário porque acho que, no mínimo, era para Cícero, João Gonçalves e Ruy Carneiro respeitarem o eleitor de Cássio. Estão maltratando quem foi para as ruas, pegou bandeira, participou de passeatas, carreatas, comícios e de uma campanha empolgante.

Maltrataram os “filhos políticos” de Cássio, que acreditaram no seu projeto de governo e em Cícero também, e agora querem cobrar dos eleitores do ex-governador uma postura de fidelidade canina à candidatura do senador tucano, que sempre teve uma tolerância além da conta com Maranhão.e naose conforma com o que as pesquisas apenas evidenciam da cabeça do eleitor paraibano: ele não está bem na fita para disputar o Palácio da Redenção, em 2010.

Ricardo Coutinho hoje é oposição, mas os ciceristas querem que o eleitor de Cássio engula que Maranhão é aliado e Ricardo é o inimigo.

Para finalizar, faço uso de mais um ditado, só que este usado na semana passada pelo próprio senador Cícero, ao reagir às declarações do deputado Manoel Ludgério Neto (PDT), de não descartar apoio à candidatura de Ricardo: Coutinho: “Quem muito cisca, termina perdendo o que tem”.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: a disputa pela PMJP e a indefinição sobre encarar a cruz do confronto ou apostar na espada das propostas

Faltam pouco mais de 20 dias para a realização das eleições municipais e cada dia é precioso em busca de conquistar novos votos e apoiadores, sobretudo na capital paraibana que…

Juiz nega agravo da Nacional do PT contra candidatura de Anísio

  O juiz federal Rogério Roberto Gonçalves de Abreu, da Justiça eleitoral, negou agravo de instrumento da Executiva Nacional do PT nacional que solicitava a reforma da decisão do juiz…