O deputado federal Ruy Carneiro (PSDB-PB) justificou ontem (06), a imprensa paraibana o seu voto divergente, em favor do afastamento do deputado Wilson Santiago (PTB) da Câmara Federal. “Foi uma leitura nossa, individual”, disse.

Segundo Ruy, a opinião dele como dos demais parlamentares federais deve ser respeitada e destacou que não tem nenhum interesse em polemizar o assunto, mas que foi uma decisão tomada depois de analisar a posição do ministro Celso de Melo.

O deputado paraibano, porém disse que não se surpreendeu com a posição da maioria prol permanência de Santiago, porque ela já estava sinalizada nas conversas que teve com muita gente e, principalmente, que já tinha mesmo um pressentimento de que isso iria acontecer. Para Ruy Carneiro, a leitura da parte de muitos parlamentares já era mesmo no sentido de que Wilson Santiago ficasse para ser julgado primeiro pela Câmara. Perguntado se a sua decisão havia sido orientação do partido, ele descartou.“Não, o partido liberou e conta com parlamentares com opiniões diversas”, finalizou.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Articulação deve colocar MDB na vice de Ana Cláudia em CG e voltar a unir Vené e Maranhão

As articulações em torno de uma aliança entre o Podemos eu MDB em Campina Grande devem abortar a possibilidade de filiação do ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima (sem partido) aos…

Pré-candidatos a prefeitos em JP e CG com um pé na folia e o olho no voto

Para a cientista política Priscila Lapa, os eventos de rua no período carnavalesco são muito propícios para que os pré-candidatos tenham visibilidade e coloquem suas campanhas na rua.  Neste sentido…