Por pbagora.com.br
 
 

A Câmara aprovou nesta quinta-feira (11) em segundo turno, por 366 a 127, a proposta de emenda à Constituição (PEC) Emergencial. A PEC abre espaço para a volta do auxílio emergencial ao colocar as despesas com o benefício fora do teto de gastos. O texto agora segue para a promulgação do Congresso.

Além disso, a PEC torna mais rígida a aplicação de medidas de contenção fiscal, de controle de despesas com pessoal e reduz os incentivos tributários.

Veja os votos dos deputados:

Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) -votouSim
Damião Feliciano (PDT-PB) -ausente
Edna Henrique (PSDB-PB) -votouSim
Efraim Filho (DEM-PB) -votouSim
Frei Anastacio (PT-PB) -votouNão
Gervásio Maia (PSB-PB) -votouNão
Hugo Motta (REPUBLICANOS-PB) -votouSim
Julian Lemos (PSL-PB) -votouNão
Pedro Cunha Lima (PSDB-PB) -votouSim
Ruy Carneiro (PSDB-PB) -votouSim
Wellington (PL-PB) -votouSim
Wilson Santiago (PTB-PB) -votouSim

Da redação com Congresso em Foco

 
 
Notícias relacionadas

SUSTENTABILIDADE E GARANTIAS SOCIAIS: gestão Cícero inicia preparação de JP para o futuro

O prefeito Cícero Lucena completa 100 dias de gestão neste sábado (10) num processo de reconstituição da cidade de João Pessoa, que enfrenta, assim como todo o mundo, os efeitos…

Opinião: Bancada ‘Cara Pálida’!

O grande e excelente jornalista J. R. Guzzo, diretor editorial da revista Exame e colunista da revista Veja, no dia de hoje deu uma declaração triste sobre a bancada evangélica…