Por pbagora.com.br

Fazer João Pessoa avançar, abrir a cidade para o mundo, fazer uma gestão pública eficiente. Estas foram as metas que o deputado Ruy Carneiro apresentou durante live realizada em seu Instagram nesta terça-feira (1). O parlamentar assumiu o compromisso de alavancar a cidade que parou no tempo, mesmo com os desafios enormes do pós pandemia. “Vou botar João Pessoa pra funcionar. De que adianta posto de saúde que não funciona?”, disse Ruy sobre a falta de prontuários eletrônicos na rede de saúde de João Pessoa.

Durante a entrevista, o deputado fez o alerta de que 36,5% das famílias pessoense tinham renda per capita inferior a meio salário mínimo, antes da pandemia. “Isto está muito pior agora. Ainda não temos dimensão. O fechamento de empresas encerra sonhos, elimina os empregos e multiplica a calamidade social”, enfatizou.

O próximo gestor de João Pessoa receberá uma cidade com mais problemas do que tinha antes da crise, alertou Ruy. “Será preciso informatizar os serviços na gestão pública, especialmente na saúde, para ser mais eficiente. É inconcebível João Pessoa não ter prontuário eletrônico nas unidades básicas de saúde. Os profissionais não conseguem conhecer as pessoas que são atendidas. E esse tempo já passou”, sentenciou o deputado.

Nas palavras de Ruy Carneiro, João Pessoa tem pressa e vai, como o resto do Brasil, entrar num período de muita dificuldade. “São dificuldades enormes no quesito saúde. E ainda teremos muito mais dificuldades com relação à economia. Por isso, fizemos o Fórum em Defesa do Emprego, para buscar soluções. O próximo gestor de João Pessoa terá um grande desafio nas mãos. Precisará reestruturar a cidade, trazer modernidade, trazer inovação, baratear custos. Um dos caminhos que quero trazer, por exemplo, para reduzir custos, é utilizar energia solar para os prédios públicos. Isso será tratado com extrema prioridade”, pontuou Ruy.

Outro exemplo de evolução que precisa acontecer, segundo o deputado, é na estrutura e no funcionamento das escolas, que precisam adotar outras posturas dentro das salas de aula. “Queremos valorizar o professor. E também capacitá-los para avançar junto com a educação. Só conseguimos a evolução se todos evoluirmos. E não tem mais sentido professor de costas para o aluno, escrevendo no quadro. Isso já passou, é preciso virar a página”, asseverou Ruy Carneiro.

Ainda durante a entrevista, o deputado lamentou a marca de mil mortes por covid-19 a que a Paraíba atingiu. Ruy disse compartilhar da dor de cada família e que seguirá trabalhando, a exemplo dos recursos de R$1,3 milhão que destinou à prefeitura de João Pessoa, para conter o avanço desta pandemia.

 

Redação com assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB Agora/Datavox: Zé Mangueira lidera pesquisa pela prefeitura de Triunfo/PB

A pouco mais de três meses para as eleições municipais de 2020, o atual prefeito do município de Triunfo, Zé Mangueira, do PTB, aparece liderando a corrida eleitoral do município,…

Mais prazo: Romero pode deixar só para dia 15 definição sobre escolha em CG

Nem 07 nem 10. Deve ficar para o dia 15 de agosto a definição do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), sobre a escolha do nome do grupo que…