Pelo menos dois mil médicos cubanos devem permanecer atuando no Brasil pelos próximos dois anos. A revelação foi feita pelo deputado federal Ruy Carneiro (PSDB-PB), que é o presidente da Comissão do Médicos Pelo Brasil, substituto do Mais Médicos.

Segundo ele, além de esses profissionais retornarem às cidades mais ermas e longínquas, esses cubanos remanescentes terão a oportunidade de continuar a atuar no país, pelos próximos dois anos e, caso sejam aprovados no Revalida, poderão permanecer trabalhando na profissão.

‘Vão voltar a ter médicos, sem dúvida nenhuma, e vou fazer uma revelação. Na data que o programa foi encerrado ainda existiam dois mil cubanos, e estes vão ficar ainda por um período de dois anos e terão a chance de fazer o revalida, que acontecerá dois por ano, ou seja, terão a chance de fazer quatro revalidas e com o diploma revalidado, caso queira, passa a ser como um médico que se formou aqui. Se ele não passar é uma outra situação, e o vínculo é desfeito. Mas foi um gesto que o relator fez, para que eles ficasse no Brasil, por esse período”, ressaltou

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mesmo com foco na disputa pela PMCG, Ana Cláudia pode ir para Câmara Federal

Com foco na disputa pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, a secretária de Estado Ana Cláudia, pode vir a conquistar uma vaga na Câmara Federal, compondo o conjunto de parlamentares…

Eleições: Ruy garante que seu nome na disputa pela PMJP “já está definido”

O deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) reforçou, em entrevista nessa sexta-feira (17), que a sua pré-candidatura à prefeitura Municipal de João Pessoa está posta e é certa. Ruy enfatizou que…