Após especulação feita pela mídia nacional apontando aliança entre o Democratas (DEM) e o Partido dos Trabalhadores (PT) na Paraíba em prol da candidatura de João Azevedo (PSB) ao Governo do Estado em 2018, o presidente do partido dos girassois no estado, Edvaldo Rosas, procurou minimizar as declarações feitas pelo presidente petista na Paraíba sobre o DEM.

 

De acordo com Jackson Macedo, a junção CEM / PT não passa de especulação, já que seu partido não tem a mínimia intenção de subir ao mesmo palanque que os 'golpistas', segundo ele. "O PT não vota em golpista, nem vota em Efraim para senador", afirmou.

 

Com o intuito de pôr 'panos quentes' e propor a união entre as legendas, Edvaldo Rosas afirmou que ainda é cedo para pensar em nomes para a majoritária acompanhando João Azevedo. "O PSB tem nome para governador, agora a composição da chapa majoritária é um processo que vai ser construído com todos os partidos. Vejo o nome de Efraim como um bom nome. Vejo o nome de Couto como um bom nome. O projeto maior que é manter a Paraíba como está se sobrepõe a esse debate nacional", argumentou.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…

Veneziano vota a favor da partilha do pré-sal para os municípios

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) votou favoravelmente, na manhã desta terça-feira (15), ao Projeto de Lei (PL 5.478/2019) que divide parte dos recursos do leilão do pré-sal com…