Romero Rodrigues propõe a implantação de Pólo Comercial e Industrial na Alça Sudoeste de CG

O deputado federal Romero Rodrigues defende a implantação na área da Alça
Sudoeste de Campina Grande, de um moderno Pólo Comercial e Industrial, com a
implantação de empresas calçadistas, eletro-eletrônico, de material de
construção, de confecção, de construção civil, dentre outros ramos. Sugere
que aconteçam amplas discussões com a participação da Associação Comercial e
Empresarial, Câmara de Diretores Lojistas, Federação das Indústrias, além do
Poder Público, incluindo-se a Câmara Municipal, e outras instituições, para
se estudar a viabilidade e a adoção de providências que se fazem
necessárias.

O parlamentar disse que é importante a implementação desses benefícios de
grande importância para o desenvolvimento do Município e da Paraíba, e que
os Governos já destinaram áreas propícias a implantação desses
empreendimentos de alto grau de importância, bastando agora as medidas
concretas para atender aos reclamos da sociedade.

Outro pleito de Romero Rodrigues defendido e cobrado é a implantação do
Porto Seco em Campina Grande, benefício que será da maior importância para o
desenvolvimento de toda a Paraíba.

Rodrigues apresentou requerimento no Poder Legislativo solicitando à
Presidência da República, ao governador do Estado, ao prefeito de Campina
Grande e as direções da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba,
Associação Comercial e Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade, as medida
necessárias para a concretização do benefício.

Romero afirmou que a construção do Porto Seco é um empreendimento da maior
envergadura. Diversos vários Estados já estão dotados dessa estrutura que
promoverá o crescimento econômico da Paraíba. O projeto é pleito das
entidades de representação da indústria, do comércio e da classe empresarial
campinense.

Porto Seco é um terminal intermodal terrestre diretamente ligado por estrada
e/ou via férrea. Além de seu papel na carga de transbordo, portos secos
podem também incluir instalações para armazenamento e consolidação de
mercadorias, manutenção de transportadores rodoviários ou ferroviários de
carga e de serviços de desalfandegamento. Salientou Romero que, com esse
empreendimento serão atraídas novas empresas para Campina Grande e para a
Paraíba como um todo, e gerados novos empregos.

 

Ascom

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vené apoia mobilização da FAMUP contra extinção de 68 municípios da PB

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) recebeu nesta semana em Brasília, durante mobilização em defesa de pautas municipalistas e contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC)…

Após ser cogitado em pesquisa, Cícero pode reavaliar candidatura à PMJP

O ex-senador Cícero Lucena, do PSDB, que até esses dias dizia que tinha saído da vida pública e não mais concorreria a nenhum cargo eletivo, viu o seu nome ser…