Por pbagora.com.br

“Tenho coisas mais importantes para fazer”. Foi com esta frase que o prefeito de João Pessoa e presidente estadual do PSB, Ricardo Coutinho, saiu da sala de depoimento no Fórum Eleitoral e prestou esclarecimentos à imprensa.

De acordo com o socialista, o processo movido pelo deputado Guilherme Almeida não é a principal pauta do partido.

Ricardo adiantou ainda que rebateu, em depoimento, a tese levantada pelo socialista Guilherme Almeida de perseguição. “O deputado Guilherme Almeida deve está sofrendo de esquizofrenia política, pois diz que está sendo perseguido, mas não apresenta nenhuma prova concreta da suposta retaliação que o partido faz a sua pessoa ou ao seu mandato”, disse o prefeito, esclarecendo que não existe perseguição. O socialista ratificou ainda, em depoimento, que não houve falsificação das atas do partido.

Para Ricardo Coutinho, “a justiça fará justiça” e continuará defendendo a fidelidade partidária. “Confio que a justiça irá interpretar e fazer valer a lei da fidelidade partidária”, falou.

Curto e grosso o deputado Guilherme Almeida, ao sair da sala da oitiva apenas rebateu: “O prefeito Ricardo Coutinho sofre de amnésia”, concluiu.

 PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ARAPUAN/CONSULT: Cícero e Nilvan lideram números pela PMJP

Programa Arapuan Verdade divulgou nesta terça-feira (20), os números da pesquisa Arapuan/Consult que entrevistou mil pessoenses de 40 bairros de João Pessoa. Os eleitores começaram a ser ouvidos na última…

Mulher, com ensino médio e de 35 a 59 anos é o perfil majoritário do eleitor nas eleições de 2020

Mulher, com ensino médio e de 35 a 59 anos é o perfil majoritário do eleitor que votará nas eleições de 2020, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Neste ano,…