Por pbagora.com.br

Na verdade não vou contar nada além do quem foi dito em áudio e bom som.

O ponto de discórdia foi mesmo Nadja Palitot.

Na reunião do PSB, a bichinha de “Nadja” virou “Cobra D’água” no placar de 15 para Ricardo, contra  Manoel Junior, Batinga e Neto Franca.

Resta saber se Maranhão vai engolir essa, como engoliu sem água o episódio de Luciano Agra como vice sem o PMDB ser escutado.

A verdade é que a Executiva estadual do PSB tomou a decisão, após 3 horas de reunião onde todos falaram e por maioria foram contra a nomeação do deputado Guilherme Almeida (PSB) para o governo Maranhão III, permitindo a abertura de uma vaga na Assembléia para Nadja Palitot (PSB), inimiga número 1 do prefeito Ricardo Coutinho (PSB).

Vamos escutar o que interessa?
 

Edvaldo Rosas fala da resolução tomada onde desautoriza Guilherme Almeida assumir a secretaria de Maranhão, e de quebra alfineta Expedito Pereira 

 
 

Edvaldo Rosas manda um recado para José Maranhão que não aceita imposição do Governador dentro do PSB

  

 

Edvaldo Rosas chama de “dura” a resolução tomada pelo PSB: ” O fato de Maranhão chamar um deputado do PSB sem consulta, nós não aceitamos isso”, disparou Rosas.  


 

O deputado Batinga Paz e Amor, parece que nem participou da reunião. Escute Batinga!

 

Bom,  vamos agora acompanhar os próximos capítulos desta novela que só está começando.

 

REFLEXÃO MALUCA
 

Enquanto o PSB gastava todas as energias para não aceitar uma secretaria, o PT do outro lado da cidade mesmo tendo o vice-governador Luciano Cartaxo e Lula como aliado presidente, chorava para conquistar duas secretarias.
Vai entender esse povo! 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bruno e Lucas Ribeiro registram chapa no TSE para candidaturas em CG

Prefeitáveis prontos para a disputta na sucessão do prefeito Romero Rodrigues (PSD). O candidato a prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) e o candidato a vice-prefeito Lucas Ribeiro (PP), registraram chapa…

Prefeito de Bananeiras negligencia com a Saúde e Educação e recebe cartão vermelho do Tribunal de Contas do Estado

As contas da prefeitura de Bananeiras, relativas ao exercício de 2018 (Processo 06257/19) foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, em sessão por videoconferência, realizada nesta quarta-feira (23), tendo…