Em entrevista reveladora ao programa Arapuan Verdade, na tarde desta sexta-feira (09), o presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira anunciou, oficialmente, seu desligamento da vida pública.

Segundo o dirigente, que disputou um mandato federal nas eleições desse ano, e perdeu, tendo ainda ocupado postos importantes no Governo Ricardo Coutinho (PSB), seu destino, agora, é o retorno ao Jornalismo e à iniciativa privada. A declaração acaba enterrando a possibilidade de o comunicador vir a integrar os quadros da futura gestão João Azevêdo, no Governo do Estado.

Na entrevista, o próprio Bandeira fez questão de descartar a possibilidade de ocupar algum posto na futura gestão.

Ele ainda adiantou que a decisão é irreversível. Outra novidade anunciada pelo jornalista é que também deixará o comando do PPS na Paraíba.

“É uma decisão irreversível. Eu já comuniquei a minha família”, enfatizou Bandeira, jornalista por formação com passagens pelos principais veículos de comunicação da Paraíba.

Os próximos passos do comunicador ainda estão sendo planejados. Nos bastidores acredita-se que ele se dedicará à publicidade institucional, além de produzir análises políticas no jornalismo.

“Eu vou trabalhar com política. Só que nos bastidores, com os políticos, com a política. Estamos vivendo tempos sombrios de radicalismo muito grande, ultraconservadorismo, de tentativa de tolher a liberdade de imprensa. Então é o tempo certo para quem tem posicionamentos muito claros”, arrematou.

BAGAGEM

Na gestão pública, Bandeira foi secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa e do Governo do Estado. A última passagem na administração foi como chefe de Gabinete do governador Ricardo Coutinho, de quem foi auxiliar por diversas vezes.

Disputou três eleições. Venceu como vice-prefeito de João Pessoa, em 2012, e perdeu as tentativas para deputado estadual, em 2014, e federal, em 2018.

 

Redação

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: quem deseja a morte do presidente Jair Bolsonaro, no mínimo, é igual a ele

Um dos mais deploráveis textos que li, em toda a minha vida, foi o publicado na edição da Folha de São Paulo da terça-feira (7). Da lavra de Hélio Schwartsman,…

ALPB realiza doação de R$ 2 milhões ao Estado para enfrentamento ao coronavírus

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) repassou, nesta quarta-feira (8), R$ 2 milhões para as secretarias estaduais de Desenvolvimento Humano e de Educação, Ciência e Tecnologia para serem aplicados no…