O Supremo Tribunal Federal pode julgar a qualquer momento a liminar concedida pelo Tribunal de Justiça da Paraíba que determinou a suspensão da tramitação do projeto de Reforma da Previdência na Paraíba.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino declarou nessa quinta-feira, dia 12, que acreditava que até o final da tarde a medida já haveria caído, mas o fato não aconteceu. Por isso a iminência de que o Supremo avalie a medida e uma decisão saia a qualquer instante.

De acordo com Galdino existe jurisprudência semelhante no estado do Piauí no STF para que o projeto seja votado de maneira urgente urgentíssima e que isso também deve ocorrer na Paraíba.

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Taciano Diniz diz que continuará neste ano a priorizar ações de saúde e qualidade de vida

Em depoimento via sua assessoria o deputado estadual Taciano Diniz (Avante) disse, em entrevista anteontem, que passou todo o primeiro ano de mandato priorizando ações na área de saúde e…

Moradores denunciam atraso em obra na falésia do Cabo Branco

Em depoimentos a imprensa radiofônica da capital na última sexta-feira (24), moradores da abrangência da falésia do Cabo Branco, reclamaram da lentidão nas obras de contenção marinha da falésia. As…