O Supremo Tribunal Federal pode julgar a qualquer momento a liminar concedida pelo Tribunal de Justiça da Paraíba que determinou a suspensão da tramitação do projeto de Reforma da Previdência na Paraíba.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino declarou nessa quinta-feira, dia 12, que acreditava que até o final da tarde a medida já haveria caído, mas o fato não aconteceu. Por isso a iminência de que o Supremo avalie a medida e uma decisão saia a qualquer instante.

De acordo com Galdino existe jurisprudência semelhante no estado do Piauí no STF para que o projeto seja votado de maneira urgente urgentíssima e que isso também deve ocorrer na Paraíba.

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano destina emenda de R$ 2 milhões para ações de combate ao coronavírus na PB

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) destinou emenda parlamentar no valor de R$ 2 milhões para serem investidos nas ações de combate, prevenção e tratamento do Covid19, doença causada…

Líderes da situação e oposição na ALPB falam sobre a importância da união das forças contra o Covid-19

Neste momento, de pandemia coronavírus (Covid-19), esta doença provocou pelo menos um fator positivo na politica, que é a união de forças contra a doença. Um exemplo disso, foi a…