O governador Ricardo Coutinho (PSB) quebrou o gelo ontem, quinta-feira (01), durante entrevista e, pela primeira vez, acabou admitindo a possibilidade de disputar o Senado Federal, já que tem consciência de que tem uma excelente condição de emplacar o cargo, sobretudo pelo reconhecimento da população em relação ao seu projeto.

Mas, isso só deve acontecer, segundo ele, se ele perceber que o projeto capitaneado por ele será mantido e respeitado.

“As condições para que eu dispute o Senado seriam que eu sentisse dentro de mim que o governador, em nove meses, seria efetivamente alguém que respeitasse a nossa conquista, que é a conquista dele também, ou seja, respeitasse essa conquista em relação a governo a obras e a projetos. O governo que está dando certo é esse. Nós avançamos aqui dentro como nunca esse estado avançou. Porque alguém acharia que uma saída minha representaria o desmantelamento do projeto? Jamais!

Ele ainda deixou claro que quem teve os votos, nas eleições de 2014 foi ele e que o reconhecimento hoje da população é justamente por conta do projeto que ele instalou no Estado.

“Quem teve os votos, com todo respeito, foi esse companheiro que está aqui falando. Quem organizou o planejamento foi eu, quem representa o projeto político sou eu. Então eu preciso ter a garantida, não em função de ninguém. Se eu fosse pensar em mim, eu não vou ser hipócrita, porque eu tenho o reconhecimento da população paraibana e o governo tem esse reconhecimento disso, então eu teria uma excelente condição de me tornar senador. Eu tenho que pensar em todos os companheiros que representam o projeto e garantir que o Estado continue nesse caminho”, disse.

Sobre o fato de ser questionado de anteriormente ter confirmado que não disputaria o Senado, Ricardo apenas disse que seria idiotice se tivesse feito essa afirmação categórica.

“Nessa conjuntura que eu estava vendo o mais importante é fazer a conjuntura não da pessoa Ricardo, mas da política do projeto que eu represento. Eu não prometi que não sairia ou que sairia candidato, porque isso na verdade seria uma idiotice da minha parte dizer – eu prometo que não saio. Isso não tem nada a ver, é uma decisão pessoal minha, e eu, evidentemente que analiso todos os quadros. O que eu posso dizer é que só sairia candidato a qualquer coisa, tendo a certeza, e a certeza seria minha, não seria dos outros, não é ninguém chegar para mim e dizer algo, mas sim é a coisa do pensamento, do ‘insite’, aquela coisa que está dentro de você”, arrematou.

As declarações de Ricardo deixaram a oposição em alerta, já que para eles restará a briga por apenas uma cadeira ao Senado Federal, o que pode, inclusive mudar os planos do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) de, em vez de disputar a reeleição, migrar novamente para a disputa pelo Governo da Paraíba.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino revela que não tolera mais ausências injustificadas dos deputados na ALPB: “Vou cortar o ponto”

Promessa feita durante a sua postulação para presidir a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Adriano Galdino (PSB), voltou ontem (15), a afirmar que não vai tolerar mais ausências…

Governo promove de 21 e 25 deste mês o 14º Mutirão de Renegociação de Dívidas em Campina

Entre os dias 21 e 25 de Outubro, Campina Grande irá receber o 14º Mutirão de Renegociação de Dívidas, uma iniciativa do Governo do Estado da Paraíba, através do PROCON…