RC nega clima de racha com Cartaxo e justifica ausência em Brasília: “Já avisei ao ministro”

O governador Ricardo Coutinho (PSB)  informou que não vai participar de reunião maracada entre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) e o Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro. O motivo alegado por Coutinho foi uma agenda administrativa marcada há muitos dias em Campina Grande.  Ricardo negou que a ausência seja ocasionada pela presença do prefeito da Capital e também que haja algum tipo de racha entre os administradores públicos.

 

"Tenho outra agenda marcada há muitos dias. Vou a Campina Grande assinar uma ordem de serviço para a construção de um condomínio para idosos. Assim fiquei impossibilitado de participar da reunião. Já avisei ao ministro que não poderia ir desde a semana passada”".

 

Segundo Ricardo, o Estado não tem nada para acrescentar na política de mobilidade a ser discutida em Brasília.

 

"Para o governo resta saber operar e ter a capacidade de visão para colocar em prática. Saber onde existem espaços para colocar as intervenções para desafogar o trânsito. Temos pelo menos cinco espaços. É necessária urgência para as intervenções".

 

O governador destacou que em abril do próximo ano o trânsito em Mangabeira deve apresentar mais problemas devido ao aumento de tráfego de veículos que irão até o shopping e ao IFPB- Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, além de eventos já agendados para o Centro de Convenções.

 

"Imagine em abril de 2014 como estará o trânsito em Mangabeira com a inauguração do Shopping, IFPB e ainda o Centro de Convenções repleto de eventos. Vamos ter problemas muito maiores que os que temos hoje. O DER está preparado para isso, contribuindo sempre quando a prefeitura não tiver soluções".

 

Nesta quinta-feira (7), Ricardo estará em uma solenidade de assinatura de ordem de serviço do viaduto do bairro de Mangabeira, em João Pessoa. A assessoria do governador confirmou que não recebeu oficialmente nenhum comunicado do ministro nem da Prefeitura de João pessoa para discutir o entendimento sobre o tema em Brasília.

 

Aguinaldo havia dito pela imprensa na semana passada de que intermediaria um diálogo entre Ricardo e Cartaxo, especialmente, sobre a disputa de licenças e alvarás para início das obras do Estado e município.

 

A assessoria do governador alega que ficou sabendo dessa proposta apenas pela imprensa, por isso, como não houve nenhuma solicitação oficial, manteve a agenda administrativa para esta quarta e quinta.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do PSOL-PB estabelece condição para sigla apoiar uma chapa pela prefeitura da capital, em 2020

O presidente do PSol na Paraíba e ex-candidato a governador, Tárcio Teixeira, comentou como seu partido está se preparando para as eleições municipais, do próximo ano na capital paraibana. Segundo…

Sem Ricardo Coutinho no páreo, Galdino prevê eleição de ‘anões’ em JP

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Adriano Galdino (PSB) fez uma análise do cenário que se forma para a disputa eleitoral pela prefeitura de João Pessoa, em 2020,…