RC nega clima de racha com Cartaxo e justifica ausência em Brasília: “Já avisei ao ministro”

O governador Ricardo Coutinho (PSB)  informou que não vai participar de reunião maracada entre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) e o Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro. O motivo alegado por Coutinho foi uma agenda administrativa marcada há muitos dias em Campina Grande.  Ricardo negou que a ausência seja ocasionada pela presença do prefeito da Capital e também que haja algum tipo de racha entre os administradores públicos.

 

"Tenho outra agenda marcada há muitos dias. Vou a Campina Grande assinar uma ordem de serviço para a construção de um condomínio para idosos. Assim fiquei impossibilitado de participar da reunião. Já avisei ao ministro que não poderia ir desde a semana passada”".

 

Segundo Ricardo, o Estado não tem nada para acrescentar na política de mobilidade a ser discutida em Brasília.

 

"Para o governo resta saber operar e ter a capacidade de visão para colocar em prática. Saber onde existem espaços para colocar as intervenções para desafogar o trânsito. Temos pelo menos cinco espaços. É necessária urgência para as intervenções".

 

O governador destacou que em abril do próximo ano o trânsito em Mangabeira deve apresentar mais problemas devido ao aumento de tráfego de veículos que irão até o shopping e ao IFPB- Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, além de eventos já agendados para o Centro de Convenções.

 

"Imagine em abril de 2014 como estará o trânsito em Mangabeira com a inauguração do Shopping, IFPB e ainda o Centro de Convenções repleto de eventos. Vamos ter problemas muito maiores que os que temos hoje. O DER está preparado para isso, contribuindo sempre quando a prefeitura não tiver soluções".

 

Nesta quinta-feira (7), Ricardo estará em uma solenidade de assinatura de ordem de serviço do viaduto do bairro de Mangabeira, em João Pessoa. A assessoria do governador confirmou que não recebeu oficialmente nenhum comunicado do ministro nem da Prefeitura de João pessoa para discutir o entendimento sobre o tema em Brasília.

 

Aguinaldo havia dito pela imprensa na semana passada de que intermediaria um diálogo entre Ricardo e Cartaxo, especialmente, sobre a disputa de licenças e alvarás para início das obras do Estado e município.

 

A assessoria do governador alega que ficou sabendo dessa proposta apenas pela imprensa, por isso, como não houve nenhuma solicitação oficial, manteve a agenda administrativa para esta quarta e quinta.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Por passe de Galdino, dirigentes admitem abrir mão do comando de siglas

Pelo menos três presidentes de partidos na Paraíba estão dispostos a abrir mão do comando de suas legendas para conquistar o ‘passe’ do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Adriano…

Sem mandato, Cássio garante que continuará colaborando com a Paraíba e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…