Por pbagora.com.br

Mesmo com a crise financeira no país e que a festa a Paraíba, os investimentos do Governo do Estado em 2016 na área de Segurança Pública foram além das expectativas. O esforço para diminuir os índices de violência no Estado é contínuo, como mostram os indicadores desse ano, mas podem sofrer restrições a partir de 2017. O alerta foi dado pelo governador Ricardo Coutinho, do PSB.

“Ninguém está livre da violência e da crise econômica, porque se falta recursos você não tem como manter a mesma prestação de serviços ou então manter mesma política de modernização que nós estamos mantendo”, disse,

Em um breve balanço o governador citou alguns dos investimentos realizados na segurança pública nesse ano, a exemplo da instalação do Núcleo de homicídio em Cabedelo, da delegacia da mulher em Picuí, da delegacia de entorpecentes e da Reforma do Distrito Integrado em Campina Grande, além da inauguração do posto de polícia e da delegacia da mulher em Mamanguape, da delegacia da mulher em Monteiro, das unidades de polícia solidária nos Bancários, no bairro das Indústrias em Santa Rita, no Altiplano e também no Castelo Branco.

“Adquirimos no início de 2016 mais de 70 viaturas para Polícia Civil, já mês passado adquirimos mais de 88 viaturas, 97 armamentos, 60 motos para as polícias militar e civil, sem faltar o sistema de rádio comunicação, que é o maior investimento que a segurança já fez e que vai cobrir todo o território paraibano, fazendo com que as polícias tenham uma ação mais mediata”, ressaltou.

A nomeação de policiais civis e militares no decorrer do ano também foi um diferencial do Governo do Estado na que tange a investimentos na Segurança Pública.
“Nós nomeamos 320 policiais militares, 80 bombeiros e 129 policiais civis este ano, e é claro que isso aqui sofre. Se você reduziu a quantidade de dinheiro nós vamos ter uma restrição, e isso acontece naturalmente. Mas se observar, existe, por parte do Estado, a continuidade da política que nos dá a condição de observar a melhoria dos nossos indicadores”, asseverou.

Na semana passada, em entrevista à imprensa, Coutinho adiantou que para 2017, nem haverá realização de concurso público nem reajuste salarial para servidores.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Veneziano enaltece programa “Prato Cheio” do Governo da PB

O Vice-Presidente do Senado Federal, senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) elogiou, em postagem nas redes sociais, a iniciativa do Governo do Estado da Paraíba em instituir o programa “Prato…

Após confirmar saída do PTB, Wilson Santiago recebe convite de 8 siglas

O deputado federal Wilson Santiago, que foi afastado do comando do PTB da Paraíba por não concordar com posicionamentos da sigla a nível nacional, confirmou que irá sair da sigla…