A propaganda gratuita eleitoral não produz o mesmo e efeito do passado e pode ser esquecida dos eleitores no futuro. É o que prevê o publicitário Emerson Saraiva. Em entrevista a Rádio Caturité AM, ele disse que o guia eleitoral deste anose mostrou uma mídia antiga que pode ser esquecida nos próximos processos eleitorais.

Emerson citou que as campanhas do futuro serão feitas em um conceito transmidiático, ou seja, a campanha se torna uma grande peça mercadológica, composta por várias peças pequenas.

 

O publicitário comentou que os candidatos não dependem mais da televisão para rodar um guia eleitoral e podem fazer seu próprio conteúdo que será publicado em diversas redes sociais.

– Eu acredito que nas próximas eleições vai ocorrer finalmente uma coisa que é a virada em relação às redes sociais e comunicação digital. O pequeno abismo que existe ainda é que a produção do conteúdo tradicional é muito mais estruturada e as estruturas de campanhas nas redes sociais ainda não têm formato definido – disse.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho se compromete a viabilizar diálogo da APDP com governo do estado

O deputado federal Efraim Filho se comprometeu a abrir um canal de diálogo entre a Associação Paraibana dos Defensores Públicos e o governador João Azevedo, para que a entidade possa…

“O que não deixa a saúde funcionar é a corrupção e falta de gestão”, diz Ruy

A falta de informatização na gestão da saúde em João Pessoa compromete o atendimento às pessoas e dá margem para corrupção. Este foi um dos problemas apontados durante entrevista nesta…