O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT-PB), Jackson Macêdo, convoca as forças democráticas da Paraíba pela unificação em torno da candidatura à presidência do ex-ministro da educação, Fernando Haddad (PT) e da consequente luta contra o fascismo, no segundo turno das eleições presidenciais.

Conforme o resultado das eleições do último domingo (7), a disputa na corrida presidencial deve acontecer diante da ascensão de ideais autoritários e antidemocráticos que insistem em ameaçar nossa nação. Em nome da conciliação de nosso povo, característica histórica do Brasil, é hora de fortalecer a união em prol de um projeto de país que contemple a manutenção de nossos direitos essenciais e as políticas de inclusão do povo pobre .

Para Jackson Macêdo, ampliar o espaço de fala das forças democráticas “é muito importante neste momento em que se percebe uma onda conservadora no país”. Ele observa que a extrema-direita “está representada pelo ódio, o machismo, a misoginia, LGBTfobia, racismo e xenofobia, traços característicos do fascismo, retirada de direitos e conquistas”, absolutamente prejudiciais à liberdade de nossa gente.

O petista ainda parabenizou o futuro governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), por sua eleição em primeiro turno, com mais de 58% dos votos válidos e destacou a importância do apoio declarado pelo atual governador Ricardo Coutinho, que deve atrelar mais esforços e energia à campanha de Haddad no Estado.

“A presença do governador Ricardo Coutinho vai ser muito importante neste momento de nossa campanha, em que tentamos combater o atraso”, disse. “Precisamos ampliar esse palanque para Fernando Haddad e para isso queremos unir todas as forças que valorizam a democracia; sejam partidos políticos, lideranças religiosas e sociais, cidadãos interessados com a causa democrática, além de organizações públicas ou privadas e até políticos que possam nos apoiar, mesmo que individualmente”, defendeu o presidente.

Ainda sobre o pleito, o presidente do PT na Paraíba parabenizou a eleição do companheiro Frei Anastácio à Deputado Federal. Para ele, Anastácio “será a voz do campo progressista na Câmara Federal”. Jackson ainda destacou o importante papel de Luiz Couto no combate ao retrocesso e avaliou que o candidato ao Senado “é um patrimônio da esquerda paraibana, um nome fundamental ao campo progressista em nosso Estado”.

Com o objetivo de traçar planos e metas para seguir na luta em favor da soberania popular, a executiva estadual do PT se reúne ainda nesta segunda-feira (8) e deve definir os primeiros passos da campanha no segundo turno. Já o presidente, Jackson Macêdo, viaja na madrugada desta terça-feira (9), até São Paulo-SP, onde participa de reunião com a direção nacional do partido e outros presidentes de diretórios estaduais.

“A partir de hoje já vamos iniciar as conversas com todos os segmentos democráticos possíveis para ampliarmos o palanque para Fernando Haddad na Paraíba”, anunciou Jackson. “A candidatura de Haddad não é mais do PT, ela é agora de todos aqueles que amam e defendem a democracia”, apontou.

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bancada federal volta a se reunir nesta terça-feira para debater emendas

O deputado federal Efraim Filho (DEM) convocou reunião da bancada federal paraibana para a terça-feira (22) às 17hs, na sala da Presidência da Comissão de Educação, anexo II ala C…

Julian desqualifica acusações de ex-dirigente do PSL/SE: “Não é ninguém”

O deputado federal Julian Lemos, do PSL/PB, reagiu, nesta terça-feira (22), às declarações do ex-presidente do PSL de Sergipe, João Tarantela, contra ele – sobre um suposto complô na legenda…