O senador Efraim Morais (DEM/PB) poderá ser o titular de um novo cargo que poderá ser criado no Congresso Nacional – o de líder da Minoria. A proposta, defendida com unhas e dentes por lideranças do Democratas, está sendo alvo de atrito com o PSDB, que se posiciona contra a idéia de se criar essa nova estrutura, que imporia o surgimento de vários cargos de assessoria.

Primeiro-secretário do Senado Federal na última legislatura, Efraim Morais se movimenta nos bastidores para não sair do foco do poder no Congresso Nacional. Os cargos de líderes da Minoria já existem no Senado e na Câmara dos Deputados. A proposta do DEM é que Efraim passe a exercer um status similar em nível de Congresso.

Um dos argumentos do PSDB é de que a criação da estrutura da Liderança da Minoria no Congresso Nacional é inócua e vai representar o surgimento de uma série de cargos de assessoramento. O DEM insiste para a importância da iniciativa, como forma de compensar o avanço do PMDB no comando do Senado e da Câmara.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Socialista sinaliza apoio a pré candidatura de Ana Cláudia, em CG

A posição do Partido Socialista Brasileiro (PSB), nas eleições municipais de Campina Grande, é uma incógnita. O partido que fez oposição a gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSD), dificilmente terá…

Podemos diz que Ana Cláudia tem 95% de aceitação das oposições

O presidente estadual do Podemos, o vereador Galego do Leite, afirmou em entrevista à Rádio Campina FM, que o partido irá lançar, oficialmente, a candidatura da secretária de Desenvolvimento e…